Tipos de Câncer

Tumores Pituitários

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Causas dos Tumores Pituitários

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 21/01/2014 - Data de atualização: 04/06/2017


A causa da maioria dos tumores de hipófise ainda é desconhecida. Nos últimos anos, os pesquisadores fizeram progressos na compreensão de como certas alterações no DNA das células da medula óssea podem provocar tumores pituitários. O DNA é um composto orgânico cujas moléculas contêm as instruções genéticas que coordenam o desenvolvimento e funcionamento de todas as células. Normalmente, as pessoas se parecem com seus pais, porque eles são a fonte de seu DNA. Entretanto, o DNA também pode influenciar o risco de desenvolver certas doenças, como alguns tipos de câncer.

Alguns genes contêm instruções para controlar o crescimento e divisão das células. Os genes que promovem a divisão celular são chamados oncogenes. Os genes que retardam a divisão celular ou levam as células à morte no momento certo são chamadas de genes supressores de tumor. Os cânceres podem ser causados ​​por alterações do DNA que se transformam em oncogenes ou desativam os genes supressores de tumor.

A exposição às radiações ou a certos agentes químicos podem causar mutações que podem causar tumores pituitários. Às vezes, essas alterações genéticas ocorrem sem motivo aparente. Cada vez que a célula se prepara para se dividir em duas novas células, é necessário copiar o seu DNA, mas esse processo não é perfeito, e na cópia podem ocorrer erros. Felizmente, as células têm enzimas de reparo que podem corrigir o DNA. No entanto, alguns erros podem passar despercebidos, especialmente se as células estão crescendo rapidamente. A maioria dos tumores da hipófise não são cânceres, e não existem causas ambientais conhecidas para estes tumores.

Pouco se sabe sobre as causas não hereditárias dos tumores pituitários. Alguns têm mutações adquiridas do gene AIP. Muitos dos adenomas secretores do hormônio do crescimento têm uma mutação adquirida do gene GNAS1. Estas alterações são muito menos comuns em outros tipos de adenomas da hipófise.

Várias outras alterações genéticas têm sido encontradas em outros tipos de adenomas de hipófise, mas não está claro se os genes anormais são sempre necessários para a formação do tumor pituitário. O que se sabe é que existe uma perda do mecanismo de regulação, que normalmente sustenta o crescimento das células da hipófise e produzem quantidades elevadas de hormônio.

Como não existem causas relacionadas ao estilo de vida ou ambientais conhecidas dos tumores pituitários, é importante lembrar que não há nada que as pessoas com esses tumores poderiam ter feito para evitá-los.

Fonte: American Cancer Society (17/12/2014)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive