Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Câncer na adolescência requer tratamento diferenciado

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 30/03/2021 - Data de atualização: 30/03/2021


Muito se fala no câncer quando ocorre em adultos ou em crianças. Mas quando detectado em um adolescente, o tratamento exige uma série de cuidados específicos, necessitando de um atendimento oncológico diferente de quando ocorre em outras fases da vida.

O diagnóstico de câncer na adolescência é uma situação muito difícil, conforme explica o hematologista e oncologista do Pilar Hospital, Lisandro Lima Ribeiro, que atua em Transplante de Medula Óssea (serviço em que o hospital é credenciado desde 2015) e que tem experiência em tratamento hemato-oncológico de adolescentes.

“O câncer é o crescimento desordenado de determinado tipo celular. Na criança geralmente se origina de células muito jovens, as embrionárias. Já no do adulto, de células já adultas. O crescimento do câncer na criança acaba sendo mais rápido em comparação ao câncer do adulto. Por este motivo devemos investir em campanhas de diagnóstico precoce no câncer infantil e em campanhas de prevenção no câncer do adulto. Já o câncer do adolescente fica em uma fase de transição”, comenta o médico.

Os tipos mais comuns de cânceres no adolescente são os sarcomas (que podem acometer tecido ósseo ou tecido mole), as leucemias agudas, os linfomas e os tumores do Sistema Nervoso Central.

Além de questões biológicas, o câncer em adolescentes implica em aspectos de outras ordens, em especial o psicológico. “A Adolescência é uma fase de transição entre infância e idade adulta. Um período de grandes mudanças e questionamentos. O diagnóstico de um câncer pode ser devastador nesta etapa da vida. O tratamento exige protocolos específicos para cada tipo de câncer nesta fase, mas é fundamental o acompanhamento psicológico para que o jovem tenha o suporte emocional para não desistir ou abandonar o tratamento”, explica Dr. Lisandro.

Aspectos sociais também têm um forte peso. Dr. Lisandro lembra que a adolescência é uma fase de questionamentos sobre a sexualidade, a inclusão na sociedade, a família, a educação e até mesmo sobre a escolha profissional. “A rebeldia não é infrequente neste período da vida. Além disso, os cuidados com o corpo são frequentes, com busca de atividades físicas. Os efeitos colaterais do tratamento oncológico podem ser traumáticos como a queda do cabelo, perda de massa muscular ou mesmo amputação de um membro pelo tratamento. Por esta razão é de grande importância o tratamento com uma equipe preparada para auxiliar nestes desafios”.

Segundo Dr. Lisandro, Curitiba ainda não dispõe de um serviço direcionado exclusivamente para o adolescente, mas este panorama deve mudar em breve. “A proposta do Pilar Hospital é desenvolver uma unidade exclusiva do adolescente, com profissionais capacitados e especializados para o tratamento do câncer para esta faixa etária”. Atualmente, o Pilar Hospital conta com toda uma estrutura para o tratamento de alta complexidade, que compreende desde procedimentos cirúrgicos até os tratamentos imunoterápicos, quimioterápicos, radioterápicos, além de contar com uma equipe gabaritada de profissionais em seu setor de oncologia.

Fonte: Correio do Cidadão

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive