Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Astellas UICC Libbs GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Brasileiros se preocupam com a prevenção do câncer, mas não adotam estilo de vida mais saudável

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 09/02/2022 - Data de atualização: 09/02/2022


Um levantamento realizado pelo Instituto Ipsos aponta que o câncer é um tema próximo da população brasileira: 92% conhece alguém ou já teve o diagnóstico e 82% têm medo de desenvolver a doença no futuro. Para 68% dos brasileiros, a saúde é uma preocupação em si, mas essa consciência não se reflete plenamente na adoção de comportamentos saudáveis: apenas 39% dizem praticar atividades físicas regularmente, e 37% evitam a exposição solar entre 9h e 16h.

Encomendada pela Sanofi, a pesquisa “Meu futuro saudável” foi realizada com 1.500 respondentes de todas as regiões do país com o objetivo de avaliar como os brasileiros relacionam os hábitos de saúde com o câncer e de que forma se informam a respeito do tema, com o recorte específico sobre quatro tipos de câncer: de pele, pulmão, mieloma múltiplo e mama; sendo o câncer de mama a patologia mais conhecida nesta amostra, seguida pelos cânceres de pele e pulmão com nível de conhecimento similares. A margem de erro do estudo é de 2,5 pontos percentuais.

Prevenção do câncer

Dentre os fatores de risco apresentados, o sobrepeso é o que gera maior dúvida sobre sua relação com o câncer: 31% não souberam responder, contra 30% que concordam parcialmente e 24% totalmente com a afirmação de que estar acima do peso é um fator de risco para o desenvolvimento da doença.

Destaca-se ainda o descompasso entre o percentual de pessoas que afirmam se preocupar com a prevenção de doenças, 43%, e dos que não discordam com a afirmação de que “hábitos de prevenção ao câncer são pouco efetivos”: 56%. 

“O envelhecimento da população trará o câncer ainda mais para o centro das políticas públicas no Brasil e no mundo e à população precisamos garantir informação de qualidade sobre prevenção e, diante do câncer, garantir acesso ao diagnóstico precoce e também ao tratamento mais atual e efetivo para o paciente”, afirma Luciana Holtz, presidente do instituto Oncoguia.

Impacto social e econômico do câncer deve crescer nos próximos anos 

Outra pesquisa inédita encomendada pela Sanofi, e realizada globalmente pela KPMG, mostra que a incidência de câncer continuará afetando a capacidade dos pacientes de serem economicamente produtivos, impactando a economia dos países. O custo econômico do câncer para China, Estados Unidos e União Europeia (as três regiões estudadas) foi avaliado em 1-2% do PIB em 2020. Até 2040, se os gastos e as políticas atuais permanecerem os mesmos, este custo deverá crescer de 1,37% para 2,78%, apenas na China. Já a União Europeia terá impacto percentual de 2,94% no PIB.

“Em consonância com a visão da Década do Envelhecimento Saudável das Nações Unidas (2021-2030) precisamos garantir saúde integrada e cuidados de longo prazo para uma população que envelhece e, consequentemente, terá mais câncer. A Sanofi se debruça sobre o tema e, dentre outros, tem como objetivo aumentar a conscientização sobre as implicações socioeconômicas relacionadas ao câncer e ao envelhecimento e encorajar o desenvolvimento de políticas nacionais para enfrentá-lo”, finaliza, Carolina Cavalcante, diretora médica de Oncologia da Sanofi.  

Fonte: Sanofi

Matéria publicada pelo Guia da Farmácia em 08/02/2022.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive