Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Alerta: uso de hidroclorotiazida e câncer de pele não-melanoma

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 10/12/2018 - Data de atualização: 10/12/2018


Hidroclorotiazida é um diurético comumente prescrito para tratamento da hipertensão ou de outras condições clínicas que cursam com alterações renais e/ou circulatórias. Muitas pessoas o utilizam continuamente, posto que é um medicamento com eficácia comprovada.

No entanto, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) acaba de divulgar um alerta, comunicando que estudos epidemiológicos recentes revelaram que o uso contínuo e prolongado da hidroclorotiazida pode estar relacionado ao aparecimento de câncer de pele não-melanoma.

O câncer de pele não-melanoma é o tipo de câncer de pele mais frequente no Brasil e acomete mais frequentemente pessoas de pele clara e/ou que ficam muito tempo expostas ao Sol sem proteção. Caracteristicamente aparece como uma mancha na pele, que pode ser avermelhada ou mais escura. Ardem, coçam, descamam ou sangram. Não melhoram com nenhuma pomada e persistem por mais de 4 semanas. É um câncer que tem, felizmente, bom prognóstico com o diagnóstico precoce e com o tratamento que consiste em uma pequena cirurgia para sua remoção completa.

A hidroclorotiazida deixa a pele mais sensível à luz e por isso quando exposta aos raios solares fica mais predisposta às lesões cancerosas. É importante, portanto, que todas as pessoas - especialmente as que possuem a pele muito branca e que tomam este medicamento - fiquem em estado de alerta. Quaisquer lesões com aspecto pouco usual ou mais persistentes devem ser averiguadas por um profissional de saúde.

Importante: quem usa continuamente a hidroclorotiazida não deve, sob nenhuma hipótese, suspendê-la subitamente por conta deste alerta. Mantenham o medicamento e conversem com seu médico pra obter as melhores informações relativas ao seu caso. Cada um é um e só o médico é que pode fazer a orientação correta.

A informação em saúde é essencial para uma vida com qualidade.

Fonte: G1

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive