Tipos de Câncer

Câncer de Próstata

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Acompanhamento do PSA durante e após o Tratamento

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/06/2014 - Data de atualização: 09/07/2017


O nível do antígeno prostático específico (PSA) é muitas vezes um bom indicador da eficácia do tratamento. De modo geral, o PSA deve permanecer baixo após o tratamento. Mas os resultados do PSA nem sempre se mantém, e às vezes os médicos não tem certeza do que eles significam.

Antes de iniciar o tratamento, você pode perguntar ao seu médico o que ele espera do nível do PSA durante e após o tratamento, e o que seria um nível adequado ou preocupante. Mas, é importante saber que o nível do PSA é apenas uma parte do quadro geral. Outros fatores também são importantes para determinar a presença (ou não) da doença ou se o tumor voltou a crescer.

Também é importante saber que os níveis do PSA, em alguns casos, podem flutuar por conta própria. Muitos homens em tratamento se preocupam com pequenas alterações do PSA. O nível do PSA no sangue é importante para monitorar o tumor, mas nem todo aumento do PSA significa necessariamente que a doença está ativa e requer tratamento imediato. Para evitar a ansiedade, possivelmente desnecessária, certifique-se de entender qual o nível do PSA que seu médico pode considerar um alerta.

Durante a Vigilância Ativa


Se você optar pela vigilância ativa, seu PSA será acompanhado de perto, provavelmente junto com outros exames para decidir se a doença está em progressão e se outros tipos de tratamento devem ser considerados.

Após a Cirurgia


O PSA deve cair a um nível indetectável alguns meses após a prostatectomia radical. Os médicos geralmente recomendam aguardar pelo menos de 6 a 8 semanas após a cirurgia para fazer o exame.

Os exames para detectar o PSA se tornaram muito mais sensíveis nos últimos anos, a ponto de determinar quantidades muito pequenas do PSA, mas essas quantidades nem sempre são significativas, especialmente se não estão aumentando ao longo do tempo. Isso pode significar que você tem algumas células no corpo produzindo PSA, mas estas não são necessariamente células cancerosas.

Ter um nível de PSA detectável após a cirurgia nem sempre significa que você ainda esteja com câncer. Manter um nível de PSA baixo significa só ter células benignas da próstata no corpo.

Após a Radioterapia


Os diferentes tipos de radioterapia não destroem todas as células da glândula prostática, de modo que não está previsto fazer com que o PSA caia para um nível indetectável. As células remanescentes da próstata continuarão a produzir alguma quantidade de PSA.

O padrão da queda do PSA após a radioterapia também é diferente após a cirurgia. O nível do PSA após a radioterapia tende a cair de forma gradual, e pode não alcançar seu nível mais baixo até 2 anos ou mais após o tratamento.

Existe também um fenômeno chamado de "salto” do PSA que às vezes acontece após a braquiterapia. O PSA sobe ligeiramente por um curto período de tempo durante os primeiros anos após o tratamento, mas, em seguida, cai. Os médicos não sabem ao certo porque isso acontece, mas não parece ter efeito sobre o prognóstico do paciente.

Durante o Tratamento do Câncer de Próstata Avançado

Quando tratamentos como hormonioterapia, quimioterapia ou vacinas são utilizados ​​para o câncer de próstata avançado, o nível do PSA pode indicar se a doença está respondendo (ou não) ou quando é o momento de tentar uma forma diferente de tratamento.

Os tratamentos devem reduzir o nível do PSA, pelo menos no início, embora em alguns casos podem apenas ajudar a mantê-lo estacionado ou até mesmo retardar seu aumento.  Certamente, outros fatores, como sintomas e se o tumor está em crescimento baseado nos exames de imagem, também são importantes no momento de decidir se é momento de modificar o tratamento.

Se a doença se disseminou, o nível do PSA real muitas vezes não é tão importante. O nível do PSA não prevê se um homem tem sintomas ou quanto tempo ele viverá. Muitos homens têm valores muito elevados do PSA e se sentem bem. Outros têm valores baixos e apresentam sintomas importantes.

Fonte: American Cancer Society (11/03/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive