Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Astellas UICC Libbs GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

63% dos brasileiros apontam que câncer deve ser doença considerada prioritária pelo governo, aponta levantamento

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 02/05/2022 - Data de atualização: 02/05/2022


O câncer está cada vez mais perto da realidade dos brasileiros. É o que aponta a pesquisa divulgada hoje (26) pelo Instituto Oncoguia, no 12º Fórum Nacional Oncoguia. Cerca de 83% da população afirma que teve contato com alguma pessoa diagnosticada com câncer e 40% delas tiveram a doença ou alguém do núcleo familiar teve. O levantamento foi realizado pelo Datafolha, que entrevistou 2.099 pessoas com mais de 16 anos em todo o Brasil, entre os dias 4 e 12 de abril.

De acordo com o levantamento, cerca de 63% dos brasileiros consideram que o câncer deveria ser prioridade para o Governo entre as doenças crônicas não transmissíveis. “Isso nunca foi perguntado e nós vemos esse resultado como algo muito necessário. Nós temos uma população absurdamente tocada e impactada pela doença, mas que reconhece a relevância do câncer como uma doença que tem que ser tratada de forma prioritária. Para o Oncoguia, esse é o ponto central da pesquisa e todo mundo tem que conhecer, em especial os políticos”, afirma Luciana Holtz, presidente e diretora executiva da instituição.

Segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), 625 mil novos casos devem ocorrer no país. Com a pandemia, oncologistas acreditam que houve uma subnotificação dos casos, já que por conta do isolamento social, parte da população deixou de fazer acompanhamento médico e buscar clínicas para assuntos não relacionados à Covid-19.

Estigma

Dos entrevistados, 42% associam a palavra câncer a sentimentos negativos, sendo “morte” a palavra mais citada. Já duas em cada 10 pessoas lembraram de palavras relacionadas ao diagnóstico, como “doença grave” e “doença perigosa”.

“Enquanto as pessoas estiverem linkando o câncer com morte, sofrimento e dor, torna ainda mais desafiador a gente conscientizar, fazer com que as pessoas compreendam a importância da prevenção, da detecção precoce e do início ágil do seu tratamento. A pessoa precisa se engajar nesse autocuidado e na questão de ser protagonista da própria saúde”, aponta Holtz.

No câncer, o diagnóstico precoce é essencial, já que o estágio em que a doença é detectada impacta diretamente no sucesso do tratamento. Ainda, o acesso e a adesão ao tratamento são essenciais para reduzir o número de mortes.

Matéria publicada pelo portal Futuro da Saúde em 26/04/2022



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive