É #FAKE que vacina contra a Covid-19 provoca câncer de mama

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 14/05/2021 - Data de atualização: 14/05/2021

Circula pelas redes sociais uma mensagem que diz que as vacinas contra a Covid-19 provocam câncer de mama. É #FAKE.

Vacinas contra a Covid-19 não provocam câncer de mama. "Vacina não provoca câncer e não facilita a descoberta. Não tem nenhuma ligação", diz o oncologista Fernando Maluf. "É uma fake news", complementa. "A vacina contra a Covid não causa absolutamente nenhum câncer. É zero a chance de a vacina contra a Covid causar câncer", diz o oncologista Rafael Kaliks, diretor científico do Instituto Oncoguia.

A teoria falsa ganhou impulso em inglês em sites antivacina e acabou traduzida para o português. Agora tem sido disseminada também nas redes sociais.

A mensagem falsa deturpa uma orientação feita por um médico americano para que pacientes agendem mamografias antes de tomar a vacina. Ele fez essa orientação após um estudo apontar que exames pós-vacina podem resultar em falso positivo para o câncer de mama.

"Não é que a vacina cause sintomas sugestivos de câncer de mama. Não é isso. O que acontece? Na hora que você dá uma injeção, qualquer injeção, no braço, no ombro, o organismo pode desenvolver uma reação nos linfonodos, que são os gânglios, que podem aumentar na região da injeção. No caso, o ombro está perto da axila. Então, os linfonodos podem aumentar um pouco de tamanho. Acontece que quando você faz uma mamografia para rastrear câncer de mama, a mamografia também consegue ver essas ínguas na axila. E alguns cânceres de mama, além do tumor na mama, causam um aumento das ínguas na axila. No raio X, não dá para dizer se a íngua está aumentada porque tem um câncer ou se essa íngua está aumentada porque alguém tomou a vacina. Então, esse aumento das ínguas, dos linfonodos, é um fator confundidor", diz Kaliks.

"Então, o que o pessoal está dizendo, na verdade? Evite fazer a mamografia imediatamente depois da vacinação porque pode ser que você veja alguns linfonodos ou ínguas aumentadas e pode ser que você desconfie que pode ter um tumor, quando na verdade não tem tumor nenhum, só tem íngua aumentada. E por isso eles estão dizendo: 'Faça a sua mamografia antes de vacinar ou um mês depois de vacinar, porque aí esses linfonodos já terão regredido de novo'. Essa é uma reação a uma injeção que pode acontecer. Agora, isso não deve de maneira nenhuma desestimular as mulheres a continuar fazendo suas mamografias de rastreamento. A orientação é simplesmente atrasar um mês a mamografia só para evitar um falso positivo", complementa.

Matéria publicada por G1 em 13/05/2020 por Roney Domingos.






Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive