Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Saudade da mãe inspira jovem a criar a aplicativo para ajudar pessoas com câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2017 - Data de atualização: 15/05/2017


Este domingo (14) era para ser um dia de dupla comemoração para o jovem empresário César de Freitas, mas será de saudade, reflexão e fortalecimento para os desafios da vida.

Isto porque, neste Dia das Mães ele faz 25 anos e tem que conviver com saudade da mãe, que morreu de câncer há três anos. O drama vivido pelo jovem o inspirou a criar um aplicativo para ajudar outras pessoas que passam pelo tratamento da doença.

"Minha mãe gostava muito de festas e celebrações, acredito que ela gostaria que eu curtisse o dia por nós dois. Talvez eu festeje com a família em Minas Gerais ou celebre com o time wecancer no Rio de Janeiro. Como minha irmã é uma segunda mãe, logo, qualquer um dos planos envolve aproveitar esse dia com ela”, contou Freitas.

O aplicativo wecancer foi criado pelo jovem depois que ele acompanhou os momentos e vivenciou as dificuldades pelas quais a mãe passou durante o tratamento de câncer. Ela lutou contra a doença por quase um ano, mas não resistiu e morreu em abril de 2014. "A wecancer é minha vida, assim como é a minha mãe. Acordo pensando na wecancer e vou dormir pensando nela. Vejo muita perspectiva de ajudar e transformar o tratamento do paciente”, disse.

De acordo com o empresário, o aplicativo foi criado cerca de sete meses após a perda da mãe, depois de diversas pesquisas sobre a doença.

"Na época, resolvi pegar todo o amor e saudade para criar algo ajudasse os pacientes. A ideia do aplicativo, veio no momento em que olhei para as estatísticas e vi que 596 mil pessoas descobriam o câncer anualmente no Brasil. Queria ajudar todas essas pessoas que ainda iriam passar pelo tratamento, que viveriam o que minha mãe viveu e que vivem esse momento atualmente”, afirmou.

Freitas trabalha com uma equipe de seis pessoas, que fazem as atualizações e desenvolvem melhorias para o aplicativo. O wecancer possui mais de dois mil usuários e ele ainda está à procura de profissionais para ampliar o grupo.

"Somos um movimento feito por pessoas e para pessoas com sede de viver. Essa ainda vai ser a maior plataforma de dados com foco em melhorar a jornada de pacientes ao longo do tratamento médico. Quanto mais entendemos sobre as doenças e sobre as pessoas, mais podemos ajudar em pesquisas para desenvolvimento de tratamentos melhores”, concluiu.

Fonte: G1

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive