Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sabia que com uma vacina você pode proteger seus filhos contra 7 tipos de câncer?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 23/09/2019 - Data de atualização: 23/09/2019


Para comemorar o Dia dos Filhos (23/09), o Instituto Oncoguia, ONG de apoio a pacientes com câncer, lança a campanha especial "Proteja hoje o futuro do seu filho – HPV Sob Controle". Mas o que isso tem a ver com câncer? "O HPV é um vírus que pode ocasionar até sete tipos de câncer. Por isso, queremos conscientizar e engajar os pais sobre a importância da vacinação para mantermos nossas meninas e meninos protegidos lá no futuro, não só contra o vírus em si, mas também contra estes tipos de câncer", comenta a presidente do Oncoguia, Luciana Holtz. Os principais tipos de câncer HPV relacionados são colo do útero, ânus, vulva, vagina, pênis, orofaringe e boca.

Sabemos que, ao pensar nos filhos pequenos, é difícil enxergar a importância da vacinação. Afinal, o papilomavírus humano é um vírus sexualmente transmissível. Porém, 80% da população entrará em contato com ele em algum momento de suas vidas e é na fase da infância/pré-adolescência, antes do primeiro contato com o vírus, que a vacina tem seu maior efeito, sendo o momento ideal para a imunização.

"Ainda há muito conservadorismo no nosso país, existe uma associação infundada da vacina com o aumento da ativação sexual ou início precoce da vida sexual. A Sociedade Americana de Pediatria, nos EUA, fez um estudo que mostra que não há essa relação. Ou seja, vacinar seu filho não vai fazer com que ele inicie a vida sexual mais cedo. Além disso, estudos mostram também que o discurso voltado a uma vacina anticâncer e não relacionada exclusivamente a uma doença sexualmente transmissível é mais efetivo", destaca a Oncologista e Presidente do EVA - Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos, Angélica Rodrigues.

Panorama da vacina no Brasil

A vacina foi implantada no país em 2014, inicialmente para meninas, com a intenção de reduzir os casos de câncer do colo do útero, que hoje chegam a 16.370 novos registros por ano, segundo estimativas do INCA (Instituto Nacional de Câncer). Depois a vacina foi ampliada também para meninos porque confirmou-se a relação do vírus a outros tipos de câncer que também podem ocorrer neles, como câncer de ânus, pênis, orofaringe. Além disso, os homens são o principal transmissor do vírus e a vacinação deles também é uma forma de proteger as mulheres consequentemente.

A vacinação, que é gratuita para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos, está muito abaixo da meta estipulada pelo Ministério da Saúde e deve ser tomada em duas doses, sendo a segunda seis meses após a primeira. A cobertura nacional ideal seria de 80% da população alvo, segundo o Ministério da Saúde. Porém a taxa de cobertura hoje é de 72% para a primeira dose em meninas e 51% para a segunda dose. Em meninos, a taxa de cobertura é ainda menor: de 49% na primeira dose e 20% para a segunda.

"Algumas propostas que temos para aumentar esse índice de cobertura é levar de volta a vacinação para dentro das escolas, combater os mitos e notícias falsas sobre a vacina, e acima de tudo levar o máximo de informação correta e de qualidade para conscientizar pais e responsáveis da importância de imunizar seus filhos e dependentes que fazem parte do público alvo da imunização", reforça a Coordenadora no Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde, Ana Goretti Kalume Maranhão.

A vacina contra o HPV está disponível gratuitamente em 37 mil postos de saúde de todo o país para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Não deixe de proteger seu filho!

Sobre o Instituto Oncoguia

O Instituto Oncoguia é uma associação civil sem fins lucrativos fundada em 2009 cuja missão é ajudar o paciente com câncer a viver melhor, por meio de ações de educação, conscientização, apoio e defesa de direitos.

Portal Oncoguia: www.oncoguia.org.br

E-mail: institutooncoguia@oncoguia.org.br

Facebook: facebook.com/oncoguia

Canal Ligue Câncer: 0800 773 1666

Informações para a imprensa:

Francine Estevão - francineestevao@oncoguia.org.br

Telefone: (11) 5171.7950 / (11) 96849.9979



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive