Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Os desafios do enfrentamento do câncer no Brasil

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 30/04/2021 - Data de atualização: 30/04/2021


As estimativas de incidência de câncer no Brasil falam por si só e demonstram por que esse é um dos maiores problemas de saúde pública por aqui. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), entre 2020 e 2022 são esperados 625 000 casos novos da doença por ano no país. “O câncer de pele não melanoma será o mais incidente (177 000), seguido pelos cânceres de mama e próstata (66 000 cada), cólon e reto (41 000), pulmão (30 000) e estômago (21 000)”, detalha o mais recente documento elaborado pelo órgão.¹

Se por um lado a medicina apresenta cada vez mais recursos contra os variados tipos de tumor – com tecnologia de ponta para flagrar as células malignas e medicamentos inovadores capazes de conter a sua proliferação –, por outro são notórias as barreiras quando se trata de garantirmos um diagnóstico precoce, tratamentos efetivos e acompanhamento adequado dos casos. “Temos muitos desafios pela frente, que começam na necessidade de melhorar estratégias de prevenção, como a ampliação da vacinação contra HPV, principal causa de câncer do colo do útero”, lembra ainda Luciana Holtz, fundadora e presidente do Instituto Oncoguia.

A crise sanitária deflagrada pelo coronavírus e que há mais de um ano abala o planeta é outro ponto de atenção. “No meio da pandemia, todas as outras doenças acabaram ficando em segundo plano, mas elas não deixaram de existir”, pondera Luciana. Criado pelo Instituto Oncoguia, o Radar do Câncer² dá uma ideia do impacto da Covid-19 no cenário da oncologia. Na comparação com 2019, em 2020 observou-se uma queda acentuada em exames de rastreamento, caso de mamografias, cuja redução chega a cerca de 50%. As biópsias, por sua vez, caíram quase 40%. “Acompanhamos diariamente relatos de pacientes que tiveram seus exames, cirurgias e tratamentos cancelados ou adiados, que infelizmente correm um enorme risco de ver a doença avançar. Também já existem estudos indicando que, no fim da pandemia, vamos enfrentar uma epidemia de quadros assim”, lamenta Luciana. 

FÓRUM ONLINE DEBATE O ASSUNTO

Diante desse panorama, ganha ainda mais relevância a 11ª edição do Fórum Nacional Oncoguia, que acontece de 4 a 7 de maio. O evento reúne especialistas das mais diferentes áreas relacionadas à saúde com o intuito de compartilhar conhecimento e fomentar discussões que resultem em estratégias capazes de reduzir os gargalos e facilitar a jornada dos pacientes. “Precisamos de opiniões e olhares variados e complementares para resolvermos problemas tão complexos, sempre garantindo que o que importa para o paciente seja priorizado”, conta Luciana.

Logo na abertura, no dia 4, às 16h, a mesa “Câncer: Por mais Equidade, Empatia e Justiça” – que batiza também o fórum – abordará, entre outros temas, as diferenças no atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pela rede privada. “A questão da desigualdade é um dos grandes destaques do fórum, assim como as discussões sobre direitos dos pacientes e todas as demais barreiras enfrentadas para conseguir diagnóstico, tratamento e vida com qualidade”, ressalta Luciana Holtz. No encerramento, os painéis estarão focados nas ações em prol da retomada da oncologia apesar da pandemia.

Para conhecer a programação completa e se inscrever no XI Fórum Nacional Oncoguia, acesse: oncoguiaeventos.org.br

  1. https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf
  2. http://www.radardocancer.org.br/painel/covid/

Matéria publicada por Veja Saúde em 28/04/2021 por Abril Branded Content.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive