Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Menina de 6 anos que está com câncer diz que quer ser médica para ajudar outras pessoas com a doença em MT

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 22/06/2021 - Data de atualização: 22/06/2021


Giovanna Antonielly, de 6 anos, foi diagnosticada com leucemia linfóide blástica há dois anos e, desde então, divide a rotina entre a casa e o hospital, em Cuiabá. Ela precisa fazer um transplante de medula óssea para se recuperar da doença. O possível doador é o pai, que tem 70% de compatibilidade.

Segundo a menina, o sonho dela é ser curada do câncer para que possa estudar medicina e ajudar outras pessoas diagnosticadas com a doença.

“Quando fizer minha medula quero que o médico fale que zerou (o câncer). Quero ser maquiadora e médica para ajudar o Hospital de Câncer. Meu sonho também é ir para a praia e para Aparecida para agradecer Nossa Senhora, dizer que ela me curou.”, declarou.

Giovanna faz quimioterapia e precisa de medicação para controlar as dores. Isso faz com que ela passe 30 dias no hospital e 15 em casa.

“Não posso correr, me cansar, mesmo assim brinco com as minhas bonequinhas, faço maquiagem nelas e em mim também”, disse.

Para se distrair e esquecer da luta contra o câncer, a menina passou a brincar de se maquiar em casa.

“As cores me alegram e faz eu esquecer tudo que tenho no meu corpo, por exemplo, minha doença”, ressaltou.
O sonho da família é que Giovanna toque o sino do hospital, um ato que simboliza a cura do câncer.

“Chamá-la para tocar o sino seria a maior notícia que eu poderia ter, chegar em mim e falar que minha filha não precisaria mais do transplante, que ela não tem mais a doença no organismo”, disse a mãe, Jozilene Amancia de Campos.

Fonte: G1



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive