Projeto autoriza emissão de receituário via telemedicina

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 22/04/2020 - Data de atualização: 22/04/2020

O que  houve?

O deputado Luis Tibé (Avante-MG) apresentou o Projeto de Lei n° 1.999/20, que autoriza a emissão de receituário pelo médico da telemedicina.

A matéria altera a Lei n° 13.989/20, que dispõe sobre o uso da telemedicina durante a crise causada pelo coronavírus (SARS-CoV-2), para estabelecer que durante o período de pandemia serão válidas as receitas médicas apresentadas em suporte digital, desde que possuam assinatura com certificados ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira) do profissional que realizou a prescrição, sendo dispensada sua apresentação em meio físico.

Em sua justificativa, o deputado explica que para que os efeitos da telemedicina atinjam os objetivos desejados em relação ao atendimento médico domiciliar nesse período de isolamento, é necessário viabilizar o receituário para os profissionais que detiverem o certificado digital.

E agora?

A matéria aguarda despacho do Presidente da Câmara dos Deputados.







Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive