Pesquisa vai testar vacina contra câncer de mama agressivo em mulheres

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/10/2021 - Data de atualização: 29/10/2021

Pesquisadores da Cleveland Clinic, nos Estados Unidos, vão começar um estudo clínico para testar uma vacina contra câncer de mama triplo negativo, a forma mais agressiva e mortal da neoplasia. O objetivo do imunizante será prevenir os casos que não respondem a tratamento e dependem de mastectomias radicais.

Pacientes com o tumor apresentam uma proteína chamada α-lactalbumina, que normalmente aparece quando a mulher está lactante. A fórmula desenvolvida ataca esta proteína, incentivando o sistema imunológico a destruir tumores que a expressam, e ensinando o corpo a reconhecê-la como uma invasora.

“A longo prazo, esperamos que essa seja uma vacina preventiva que seja administrada em mulheres saudáveis para evitar o desenvolvimento de câncer de mama triplo negativo, uma forma de neoplasia para a qual temos os tratamentos menos efetivos”, afirma G. Thomas Budd, o responsável pela pesquisa, em comunicado à imprensa. O FDA, órgão americano equivalente à Anvisa, já aprovou o início dos testes.

A pesquisa deve ser concluída em setembro de 2022, e é financiada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Caso tenha sucesso, os cientistas esperam que a fórmula possa ser adaptada para prevenir outros cânceres, como de ovário ou endométrio.

“Essas vacinas têm potencial para transformar a maneira como controlamos cânceres em adultos e aumentar a expectativa de vida de uma maneira similar ao que o programa de vacinação fez pelas crianças”, afirmam os pesquisadores.

Fonte: Metrópoles 






Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive