O impacto da falta de verba do IPEN no tratamento oncológico

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 23/09/2021 - Data de atualização: 23/09/2021

O IPEN (Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), paralisou por tempo indeterminado nesta segunda-feira (20) a produção de radiofármacos e radioisótopos usados para o tratamento de câncer. O Ipen é responsável pelo fornecimento de 25 tipos de radiofármacos aos laboratórios e hospitais de todo o Brasil, o que representa cerca de 85% de toda a produção nacional.
 
Isso está acontecendo porque o Instituto está sem verba para importar um mineral chamado molibdênio, que serve de base para a produção de vários radiofármacos, devido a um corte no orçamento do órgão em 2021. Com a dificuldade de importação, o mercado ficará desabastecido e as clínicas que fazem o diagnóstico e tratamento de câncer podem parar, prejudicando o tratamento de milhares de pacientes.
 
A Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear (SBMN) divulgou seu posicionamento, alertando para os impactos que a situação atual irá trazer, conforme consta nesta nota.
 
Desta forma, nos somamos à SBMN para solicitar a máxima atenção aos fatos descritos e ações para mitigar os danos que já estão sendo causados aos pacientes com câncer. Nesta quarta-feira (22), o governo federal destinou cerca de 19 milhões de reais para o Instituto, através da Portaria SETO/ME nº 11.491/2021, para que o órgão consiga retomar suas atividades. Apesar disso, a verba não é suficiente para garantir a produção dos radiofármacos e radioisótopos até o final do ano.
 
Assim, o Oncoguia está em contato com parlamentares solicitando apoio na aprovação do PLN 16/2021, que destinará mais verba ao IPEN, garantindo que não haja nova interrupção na produção nos próximos meses.
 
Um debate mais estruturado ainda será necessário para definir soluções para que esse problema não volte a ocorrer no longo prazo. Porém, é preciso tomar medidas urgentes para normalizar a situação, o que pode ser feito através da aprovação do referido projeto.

Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia.







Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive