Novembro azul busca quebrar preconceitos e conscientizar os homens sobre o câncer de próstata

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/11/2014 - Data de atualização: 13/11/2014

 Deixando para trás as luzes cor-de-rosa e a campanha de conscientização do câncer de mama, em novembro o foco está nos homens. O "Novembro Azul”, ou "Movember” é uma campanha realizada por diversas entidades que busca a conscientização e prevenção ao câncer de próstata.

O movimento surgiu na Austrália em 2003, aproveitando o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, que acontece dia 17 de novembro. O nome em inglês, "movember” se relaciona com a tradição de deixar crescer o bigode (moustache) durante este mês.

A doença

Segundo o Instituto Oncoguia, o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens no Brasil, superado apenas pelo câncer de pulmão. No final de 2014 a doença será responsável por mais de 68 mil novos casos, de acordo com estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

"Se o homem tiver, principalmente, casos de câncer na família, ele precisa fazer os exames de PSA (antígeno prostático específico) e toque retal a partir dos 45 anos, ou antes, conforme o médico urologista definir”, adverte a psico-oncologista Luciana Holtz de Camargo Barros, presidente do Instituto Oncoguia.

Para não se surpreender com o diagnóstico de câncer, o homem deve visitar o urologista anualmente. Com o exame de toque, o médico verifica a consistência da próstata, seu tamanho e se existem lesões palpáveis. Em caso de suspeita de câncer, é solicitado o exame de PSA.

"Independentemente da visita ao médico, é importante que o homem tenha alguns cuidados de prevenção, como manter uma dieta saudável e uma rotina de exercícios físicos”, aconselha Luciana. "Manter o peso dentro dos padrões normais precisa ser prioridade”.

O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum de câncer e o mais prevalente em homens, representando em torno de 10% do total de casos da doença. Cerca de 70% dos cânceres de próstata são diagnosticados em homens com mais de 65 anos.

Um dos grandes desafios da medicina neste quesito são os mitos, tabus e preconceitos que impedem que os homens cuidem de sua saúde e façam o exame de toque retal. "Se há alguns anos o câncer era recebido como sentença de morte, hoje é uma doença que pode ser tratada e curada, em grande parte dos casos, graças ao diagnóstico precoce e aos constantes avanços científicos. Para que o homem possa se beneficiar desses avanços, ele precisa ser pró-ativo e estar bem informado e sem preconceitos”, conclui Luciana.
 
Matéria publicada em O Nortão em 04/11/2014





Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive