Esclarecimento sobre medicamento trastuzumabe deruxtecano é feito por fabricante

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 03/03/2022 - Data de atualização: 03/03/2022

Recentemente, pacientes vêm enfrentando dificuldades em conseguir acesso ao medicamento trastuzumabe deruxtecano para o tratamento de câncer de mama HER2+. As dificuldades passam por diferentes motivos, o principal deles estaria em uma irregularidade no registro da medicação, que estaria causando sua falta no mercado. 

Entramos em contato com a fabricante da tecnologia, a Farmacêutica Daiichi Sankyo, que nos esclareceu que o medicamento tem registro ativo na Anvisa desde 2021 e inclusive já teve o preço estabelecido pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

Com registro na Anvisa e preço estabelecido pela CMED, o medicamento se torna apto a ser comercializado no Brasil, e assim, para ser prescrito aos pacientes que fazem parte do grupo de indicação.

Você pode sempre levar essas informações e conversar com o seu médico sobre o seu tratamento. Seja um Paciente Ativo e Responsável!

Você também pode procurar o nosso atendimento e apoio através do fale conosco ou do 0800 773 1666. 

Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia.
 







Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive