Careca contra a doença

Ver conteúdo relacionado
  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2013 - Data de atualização: 15/05/2013

São Paulo - A decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de divulgar fotos nas quais aparece de cabelo e barba raspados, na última semana, foi considerada positiva por especialistas que trabalham com pacientes em tratamento contra o câncer. Ao alterar a imagem da época de sindicalista, nos anos 70, Lula passou por um ritual comum às vítimas da doença.

A decisão de Lula é um incentivo aos brasileiros que enfrentam a mesma doença. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), são detectados cerca de 489 mil casos novos de câncer por ano no país. A equipe médica do ex-presidente previa que ele começaria a perder tanto a barba quanto o cabelo até o último final de semana.

- Quando personalidades como o ex-presidente e o ator Reinaldo Gianecchini decidem não esconder o câncer e compartilhar o que estão vivendo, ajudam a reduzir o preconceito, mostram o quanto a doença é democrática e que todos correm riscos - observa Luciana Holtz de Camargo Barros, psico-oncologista e presidente do Instituto Oncoguia, organização não governamental dedicada à defesa dos pacientes com câncer.

Segundo a especialista, após o presidente ter anunciado publicamente que tem câncer na laringe, aumentou o número de pessoas interessadas em fazer exames semelhantes aos que ele se submeteu.

- Essas atitudes também levam as pessoas a rever seus hábitos. É sabido que o fato de o ex-presidente fumar o tornava mais exposto ao risco da doença do que um não fumante - acrescentou Luciana.

O médico Paulo de Tarso Lima, do centro de oncologia do Hospital Albert Einstein, também considerou positiva a divulgação da foto na qual o ex-presidente aparece de cabeça raspada e sendo barbeado pela mulher, Marisa.

- Mostra a conexão do ex-presidente com o tratamento a que está se submetendo. Apesar de sua importância e poder político, de sua popularidade, ele cede no momento apropriado e se submete ao tratamento - destacou ele.

Na avaliação de pessoas próximas do ex-presidente, a divulgação das fotos também sinaliza uma decisão de encarar de maneira mais direta a luta contra a doença, diagnosticada há pouco mais de duas semanas. Para Paulo Okamoto, presidente do Instituto Cidadania, Lula mostrou a seriedade com que encara o tratamento.

Fonte: Pioneiro RS





Folhetos Diferentes materiais educativos para download

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Ver versão completa do site. Desenvolvido por Lookmysite Interactive