Espaço do

Familiar


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Confira aqui os depoimentos


  • Jaqueline - Câncer de Esôfago
    "Meu herói"
Tudo começou em março de 2019, naquele dia horrível! Passamos um lindo ano novo (de 2018 pra 2019) em família, com todos reunidos. Fizemos churrasco na casa do meu pai e ele, para variar, chegou bem depois e, como de costume, tinha tomado umas cervejas já.  Não sei porquê, mas foi aquele ano novo foi tão gostoso ... Não sei explicar. Até ai estava tudo bem, mas os dias foram passando e notei que meu pai havia emagrecido bastante. Ele sempre foi forte, troncado e trabalhador. Nunca teve preguiça para trabalhar. Ele me disse que estava se engasgando com carne, sentia muita azia e mesmo quando tomava remédios como Eno, Epocler e Omeprazol não resolvia. Eu achei que era o café, pois meu pai era padeiro e levantava as 2 da manhã para trabalhar, então tomava bastante café. Falei "Vamos marcar uma endoscopia pai... para ver isso ai" e ele enrolou para ir fazer. Na época que resolveu ir só comia macarrão. Não vou negar que passou pela minha cabeça câncer, mas pensei "não, meu pai é cheio de saúde e um homem forte... jamais ia ter câncer", mas meu pai já estava bem magro...
 
Como a vida e uma caixinha de surpresa, né? Fomos na endoscopia dia 26 de março de 2019. Que dia horrível... Meu pai entrou e não saia... Os outros pacientes entravam e saiam, então fui perguntar para o medico sobre isso e ele disse que já ia me chamar para conversar, disse que meu pai estava dormindo que já ia acordar. Eu falei que tudo bem e entrei na sala, então ele me mostrou o exame e contou que meu pai estava com 2 tumores, um de 3cm no inicio do esôfago e um de 5 cm quase chegando no estomago e que teria que iniciar o tratamento urgente... Perguntei se era grave e ele disse que sim, mas que tinha chance de cura... Minha ficha não tinha caído ainda... Meu pai saiu e perguntou se o medico tinha dito oque ele tinha, ai falei bem baixinho "ele disse que você esta com câncer de esôfago". Ele não ouviu, ai eu repeti e ele respondeu meio gaguejando, pois estava meio zonzo por causa do sedativo...
 
Depois ele fez a biopsia e começou o tratamento. Eu quis acompanha-lo na primeira quimioterapia e fiquei o dia todo com ele. Ele fez vários ciclos de quimio e  radio. Meu pai ia sozinho fazer, pois não tinha reação nenhuma. Estava trabalhando normal e comia só liquido, macarrão,  frutas, café e agua. Já estava bem magro. O medico informou que o tumor era benigno e com 3 meses de tratamento o tumor de 3 cm tinha cicatrizado, graças a deus. Tivemos uma esperança, mas ainda tinha o outro tumor. 
 
Fiquei 3 dias sem ir na casa do meu pai então liguei para ele. Ele me disse que não estava conseguindo comer fazia 3 dias, então disse "pai, como assim? por quê não me ligou?" e ele respondeu "não filha, estou bem...". Para ele sempre estava tudo bem e nunca estava com fome... Só eu sei como era triste ver meu pai tão magrinho... Então fomos ao medico numa segunda feira... E que dia triste... Meu pai teve que pôr sonda no nariz,  pois não estava conseguindo comer. A sonda iria ajudá-lo a se alimentar. Que cena triste, meu Deus... Meu pai já não se alimentava bem, não queria comer e só comia às vezes a dieta controlada. Já não saia de casa, só às vezes para fazer exames e ir ao mercado. Ficava deitado, conversa pouco, não se cuidava tão bem e não fazia a barba, coisa que ele adorava. Ele era sempre bem vestido, mas já estava desanimado... Por ficar 1 mês com a sonda, conseguiu engordar 2 quilo e estava conseguindo comer sopa pela boca. Finalmente fomos tirar aquela sonda horrível, meu pai aparentava estar bem nesse dia. Cortou o cabelo, fez a barba e estava bem... Passaram algumas semanas e ele começou a se engasgar  de novo, então lá fomos nós marcar medico. Tentaram dilatar o esôfago do meu pai sem sucesso, pois não passava o balão. O medico forçou e nada... Que dia triste... Meu pai chegou a sonhar com costela... Pensa num homem que adorava comer carne ...
 
Meu paizão ficou internado para colocar sonda direto no intestino. Tive que deixar ele sozinho lá e voltei com o coração partido, pois meu pai não podia ter acompanhante por ter menos de 60 anos. No outro dia perguntei como ele estava e se tinha comido. Ele me falou que não tinham dado nada para ele, que tinha passado frio e que estava com um pouco de dor. Viemos embora e os dias foram passando. Ele tomava dieta controlada só com líquidos. Meu pai já estava bem debilitado e a quimioterapia mais forte. Passava mal e o cabelo caiu, também já não conseguia ir mais sozinho, pois tinha muita tontura.
 
Eu sempre acompanhei meu pai em tudo, em exames, medico e INSS. Nunca abandonei meu pai, meu guerreiro do coração enorme. Meu pai também sempre me ajudou. Ele não era carinhoso, mas sempre foi um homem maravilhoso. Todo dia ia na minha casa levar pão, me ligava perguntando se tinha feito compra... Dizia "Venha buscar verdura, Jaque... Comprei para você..." Só Deus sabe quanta falta meu pai faz na minha vida... Tão cheio de vida e brincalhão... Foi embora tão cedo... Meu pai, como é triste... Foram 10 meses de luta contra essa doença...
 
Passamos o ano novo juntos na minha casa, assamos carne como de costume e meu pai foi com muito esforço. Ele ficou deitadinho assistindo na minha cama, mas era tão dolorido ver aquele homem forte na cama sem tomar aquela cerveja que tanto gostava... Já não conseguia andar sozinho e nem tomar banho. Já estava tão magrinho e não saia mais de casa.  Nas suas últimas semanas usou fralda e na UPA tomava morfina, pois estava com muita dor.  Meu paizinho estava indo embora, já não queria comer mais e não queria fazer quimio.  Lá no fundo eu ainda tinha um esperança que ele ia sair dessa...
 
No dia 18/01/2020 meu pai me ligou perto das 4 da manhã. Foi bem estranho, ele estava  gaguejando e pedindo para que trocasse sua fralda. Falei "Tá pai, já to indo... Vou trocar de roupa..." desliguei o celular e meu marido acordou dizendo "Você vai lá agora? Cadê sua mãe, seu irmão? Vai sai agora? E o Ryan? (que é meu filho e que tinha 3 meses só)"... Não fui, voltei a deitar... Que arrependimento... Se soubesse que ia ser o ultimo dia que ia ver meu pai acordado... 13h e pouco minha irmã me liga dizendo que meu pai estava mal e pedindo pra ela ir ate lá. Ele não queria ir para o hospital e dizia que estava bem, que iria ficar em casa... Parece que ele já estava sentindo... Minha irmã ficou chorando e dizendo que ele já estava na ambulância muito mal e desacordado,  respirando com um balão. No hospital foi direto para UTI.. Fui visita-lo e que cena horrível... Meu pai cheio de cano... Não conseguia respirar sozinho e estava sedado. Peguei na sua mão e acho que ele me ouviu. Chamei "pai, você esta me ouvindo?" Ele apertou os olhos, lutando... tadinho... estava tentando responder...
 
A medica então me disse que meu pai não passava daquela noite e que ele estava indo embora as poucos, pois estava com a sonda necrosada e os pulmões carregados por causa da pneumonia. Estava realmente indo embora... Saí de lá com meu coração despedaçado... Não deixaram ninguém ficar com ele, mas eu queria passar as ultimas horas com meu pai... Às 7h e pouco da manhã me ligaram para conversar. Fui até lá e a medica me informou que meu pai tinha ido embora às 7:00 da manha ..
 
Foi a pior noticia da minha vida. Sabe, eu sou forte o tempo todo, mas só Deus sabe como dói não ter meu pai em minha vida. Meu Deus, nunca imaginei passar por isso em toda minha vida... Achei que meu pai ia viver muitos e muitos anos, mas ele se foi... Meu herói .. Eu tenho 25 anos, sou a primogênita e tenho um filho de 1 ano. Meu pai conheceu ele até 3 meses de idade, seu primeiro neto...

Deus sabe oque faz e, pelo menos, ele não esta sofrendo mais...


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, object given in /var/www/vhosts/www.oncoguia.org.br/httpdocs/depoimento.php on line 254

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, object given in /var/www/vhosts/www.oncoguia.org.br/httpdocs/depoimento.php on line 255

Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, object given in /var/www/vhosts/www.oncoguia.org.br/httpdocs/depoimento.php on line 256