Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Veto ao PL da quimio oral é tema de reunião na Câmara

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 13/08/2021 - Data de atualização: 13/08/2021


Sim para a quimio oral! Precisamos derrubar o veto ao PL 6330/2019. Porque o paciente com câncer não pode esperar!

Participamos nesta quinta-feira (12/8) da reunião técnica promovida pela Comissão Especial de Combate ao Câncer, da Câmara dos Deputados.

O debate focou no veto ao Projeto de Lei 6330/2019, que facilitaria o tratamento oral domiciliar do câncer para pacientes de planos de saúde.

Atualmente, a Lei dos Planos de Saúde (Lei nº 9.656/1998) obriga os planos a cobrirem todos os medicamentos infusionais (tomados no hospital e na veia), mas cria uma regra diferente para os medicamentos de uso oral (tomados em casa).

Nossa presidente Luciana Holtz reforçou que o PL busca justamente igualar essas regras junto aos planos de saúde, dando mais agilidade a todo processo.

Ela explicou que a quimioterapia oral é uma importante alternativa terapêutica para muitos tipos de câncer e a única para alguns, como câncer de fígado, cérebro e leucemia mielóide crônica. Lembrando ainda do conforto e da segurança de poder ser tomado em casa.

A fundadora do Oncoguia também abordou uma questão polêmica, que tem movimentado a imprensa e as redes sociais: o possível impacto financeiro dessa mudança para os beneficiários dos planos de saúde.

Sobre esse tema, Luciana citou um estudo recente, do Instituto Brasileiro de Atuária (IBA). O levantamento aponta que esse impacto no cenário atual significaria um aumento de cerca de 12 reais para cada beneficiário de plano de saúde. E outro estudo, da Kantar health, menciona o valor de pouco mais de 6 reais por beneficiário.

Nossa presidente acrescentou que não podemos esquecer dos custos que deixam de existir quando o tratamento é feito em casa. Como por exemplo, todos os custos com infra-estrutura e equipe. Segunda ela, tudo isso deve fazer parte dessa discussão.

“O impacto financeiro é sim uma discussão muito importante, mas que não deve ser um impeditivo para a aprovação da Lei, e sim mais um aspecto a ser levado em consideração visando a resolução do problema. Os pacientes continuam esperando… esperando por mais tempo de vida, por mais qualidade de vida,” finalizou.

Não vamos parar! Seguiremos juntos com nosso compromisso de cuidar e defender os direitos dos pacientes com câncer.

Agradecemos a todos que somam força pela derrubada do veto ao PL 6330/2019.

Deputada Silvia Cristina (PDT-RO)
Deputado Weliton Prado (PROS-MG)
Presidente da Aliança Pesquisa Clínica Brasil, Fabio Franke
Presidente do Instituto Vencer o Câncer, Fernando Maluf
Presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia, Ricardo Antunes
Representante da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, Eduardo Froes
Presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida (LAL), Marlene Oliveira.

Lembre-se: você não está sozinho! Estamos Com você e Por você.

Conteúdo produzido pela equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive