Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Verrugas no intestino podem evoluir para câncer

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 18/02/2019 - Data de atualização: 18/02/2019


Muitas pessoas não sabem, mas o intestino pode ter verrugas. Elas são conhecidas como pólipos, lesão formada pelo crescimento desigual dos tecidos na parede de órgãos como o intestino grosso. Segundo o médico Artur Parada, coordenador do serviço de Endoscopia Gastrointestinal do Hospital 9 de Julho, cerca de 40% das pessoas acima dos 50 anos apresentam pólipos colorretais.

A preocupação com esse tipo de lesão está relacionada ao fato de que o pólipo pode evoluir para um câncer colorretal que é o terceiro tipo mais frequente de câncer em homens e o segundo entre as mulheres.

Crédito: tussik13/istock As verrugas no intestino, quando não tratadas, podem evoluir para câncer

O tumor no intestino evolui lentamente e é assintomático em fase inicial. Por isso, exames de rastreamento são os mais indicados para a prevenção. A partir dos 45 a 50 anos, é indicado que todos os pacientes façam anualmente uma colonoscopia, exame de imagem que rastreia possíveis doenças no intestino.

O procedimento é feito por um aparelho sofisticado, tipo uma sonda, chamada de colonoscópio, que é introduzida pelo ânus e conduzida até o intestino grosso. O exame é feito por um especialista em endoscopia gastrointestinal. “Entre as colonoscopias realizadas em nossos pacientes são encontrados pólipos em até 40% dos casos, explica o médico.

Como o tema gera muitas dúvidas, listamos abaixo as principais questões sobre pólipos. Confira:

Por que essas verrugas nascem?

A maioria dos pólipos nascem de alterações genéticas em algumas células que passam a proliferar. Eles podem ter o formato de um “cogumelo” ou serem planos, como uma verruga plana, pouco elevada. A grande maioria dos pólipos são assintomáticos. Mas existem casos em que podem gerar dores abdominais, prisão de ventre, anemias, emagrecimento rápido e sensação de evacuação incompleta.

O pólipo pode virar câncer?

Sim. Segundo o Dr. Parada, a lesão pode demorar de 5 a 10 anos para virar um tumor. “Quanto maior o pólipo, maior o risco de a lesão tornar-se um câncer” esclarece o médico.

 O pólipo pode ocorrer em todas as idades?

O grupo mais afetado são os idosos ou pessoas que já tiveram pólipos, câncer e doenças inflamatórias de longa duração. Outros grupos de risco são os fumantes, obesos e sedentários.

Crédito: wildpixel/istock Colonoscopia é uma das formas de detectar o problema

Depois do diagnóstico, o que deve ser feito?

Atualmente, cerca de 95% dos pólipos são removidos completamente por colonoscopia. Já no caso de pólipos múltiplos, grandes, de difícil acesso ou que se tornaram tumores, são indicadas ressecções cirúrgicas.

 Além da colonoscopia, existem outros exames para detectar os pólipos?

Outros exames, como a pesquisa de sangue oculto nas fezes e eventualmente a cápsula de cólon, que funciona como uma microcâmera que atravessa o intestino fotografando-o, podem ser indicados.

Como pode ser feita a prevenção?

Hábitos saudáveis como não fumar, e aliar a prática de exercícios físicos à uma alimentação saudável diminuem os riscos da doença. Além disso, fazer o acompanhamento médico é essencial.

Fonte: Catraca Livre

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive