Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Vacina e exames ajudam a evitar câncer do colo do útero

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 11/03/2019 - Data de atualização: 11/03/2019


Exame de papanicolau deve ser realizado anualmente por todas as mulheres que já tiveram relações sexuais - Foto: Foto: Prefeitura de São José dos Pinhais (PR)

O câncer do colo do útero já é o terceiro tumor que mais atinge a população feminina no País, ficando atrás apenas do de mama e o de intestino, além de ser a quarta causa de morte de brasileiras por câncer. A boa notícia é que dentre todos os tipos de câncer, o do colo do útero é o que apresenta um dos mais altos potenciais de prevenção e cura chegando a perto de 100% quando diagnosticado precocemente e podendo ser tratado em ambulatórios em cerca de 80% dos casos.

Como a principal causa do tumor é a presença do HPV, uma doença sexualmente transmissível causada pelo Papiloma Vírus Humano, a prevenção é mais fácil. “Existe a vacina anti-HPV, ela está disponível na rede pública gratuitamente e deve ser aplicada antes do início da vida sexual”, explica afirma a médica Angélica Nogueira, membro da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica. A vacinação deve acontecer em meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos.

Exames
Outra maneira de prevenir a doença é sempre realizar os exames preventivos, como o papanicolau. O exame deve ser realizado uma vez por ano por mulheres que já iniciaram a sua vida sexual, especialmente as que têm entre 25 e 59 anos.

Foi por meio dele que a publicitária Daianne Monteiro, 33 anos, foi diagnosticada com o câncer no fim de 2018. Ela já iniciou o tratamento que combina sessões de quimioterapia e radioterapia. O próximo passo será a braquiterapia, um tipo de radioterapia que utiliza uma fonte de radiação dentro da área que necessita de tratamento. Todos os procedimentos são realizados na rede pública de saúde de Brasília.

Além dos exames preventivos, a publicitária alerta para a necessidade de as mulheres estarem atentas ao equilíbrio entre o corpo e a mente. “Muitas vezes a gente sente uma dor, uma cólica, toma uma analgésico e segue sua vida. Isso não é normal. Nosso corpo não foi feito pra sentir dor, a gente é uma máquina perfeita. O que fica de aprendizado para mim é não deixar para amanhã uma coisa que está te incomodando. Nosso corpo dá muitos sinais”, alerta.

Sintomas
O câncer do colo do útero é uma doença de desenvolvimento lento, que pode não apresentar sintomas em fase inicial. Nos casos mais avançados, pode evoluir para sangramento vaginal intermitente (que vai e volta) ou após a relação sexual, secreção vaginal anormal e dor abdominal associada a queixas urinárias ou intestinais.

Tratamento
A cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia são as principais formas de tratamento contra o câncer oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O tipo dependerá do estágio de evolução da doença, tamanho do tumor e fatores pessoais, como idade da paciente e desejo de ter filhos. Quando confirmada a presença de lesão precursora, ela poderá ser tratada por meio de uma eletrocirurgia.

Fonte: Governo do Brasil

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive