Dor Oncológica

Controle da Dor Oncológica


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tratamentos clínicos para alívio da dor oncológica

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 22/06/2015 - Data de atualização: 18/03/2020


Alguns pacientes têm dor que não é controlada com o uso de medicamentos ou outros métodos não médicos. Quando isso acontece, outros tratamentos podem ser utilizados para ajudar a diminuir a dor.

Tratamentos para bloquear os impulsos nervosos

  • Cirurgia. A dor não pode ser sentida se as vias nervosas que conduzem os impulsos dolorosos até o cérebro são interrompidas. Para bloquear estas vias, um neurocirurgião pode seccionar os nervos, geralmente próximos à medula espinhal. Quando os nervos são cortados, sensações como dor, pressão e temperatura já não podem ser sentidas, porque a região torna-se insensível. Somente cirurgiões especialistas com experiência em tratamento de dor devem praticar esse tipo de cirurgia. Esses cirurgiões normalmente trabalham junto com outros especialistas em dor para tentar outros métodos para seu controle antes da cirurgia uma vez que esse tratamento não pode ser revertido.
     
  • Bloqueio nervoso. O bloqueio nervoso é um processo em que um anestésico local, muitas vezes combinado com um esteroide, é injetado diretamente no nervo ou ao seu redor, ou no espaço em torno da medula espinal com o objetivo de bloquear a dor. Após a injeção, o nervo não é mais capaz de transmitir impulsos de modo que a dor é aliviada por algum tempo. Para um alívio da dor mais duradouro, fenol ou álcool podem ser injetados. O bloqueio nervoso pode provocar paralisia muscular ou perda de toda a sensibilidade na área afetada.
     
  • Analgesia espinhal. Baixas doses de medicamento contra dor podem ser injetadas no fluido da medula espinhal (injeção intratecal). Se isso responder, uma bomba de infusão pode ser utilizada para controlar a dor. A morfina é muitas vezes utilizada para esse fim, no entanto, mesmo assim, podem aparecer efeitos colaterais da medicação, como prurido e constipação. Será necessária a realização de uma cirurgia para a inserção de um cateter e de uma bomba de infusão implantada no abdome.  
     
  • Injeção intratecal. Certos tipos de dor podem responder aos analgésicos que são injetados em torno da coluna vertebral. Se isso responder, um cateter e uma bomba de infusão podem ser implantadas de modo que o paciente possa receber os medicamentos contra dor diretamente em torno dos nervos. Isso pode provocar formigamento ou fraqueza da área tratada.
     
  • Neuroablação. A neuroablação pode ser útil para alguns tipos de dor. Ela usa terapia de calor (por radiofrequência ou ultrassom) ou terapia de frio (crioterapia) para diminuir a dor.
     
  • Estimulação nervosa. Existem diferentes tipos de terapias de estimulação nervosa que podem ser uma opção para o tratamento de determinados tipos de dor oncológica. Pesquisas estão em andamento sobre os seguintes métodos para o controle da dor:
  1. Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS). Usa corrente elétrica de baixa tensão na pele na área da dor.
  2. Estimulação da medula espinhal. Usa um dispositivo para enviar corrente elétrica para bloquear os nervos na coluna.
  3. Estimulação do nervo periférico. Usa pequenos eletrodos para enviar corrente elétrica aos nervos periféricos, localizados fora do cérebro e da medula espinhal.

Tratamentos para diminuir o tamanho do tumor

Algumas vezes, mesmo quando o tratamento contra o câncer não pode curar a doença, poderá eventualmente diminuir o tamanho de um tumor que está comprimindo nervos ou órgãos e provocando a dor. Tratamento como quimioterapia, hormonioterapia ou radioterapia podem ser utilizadas dessa forma.

Injeções radioativas são usadas, ​​às vezes, quando a doença se espalhou para muitos locais no osso. O radiofármaco chega aos ossos perto do tumor, interrompendo seu crescimento e consequentemente aliviando a dor.

Em alguns casos, outros tratamentos como ablação por radiofrequência podem ser utilizados em certas áreas do corpo. Nesse método, eletrodos são colocados perto do tumor para aquecer e destruir as células cancerígenas.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive