Dor Oncológica

Controle da Dor Oncológica


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tratamentos alternativos contra a dor oncológica

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 22/06/2015 - Data de atualização: 18/03/2020


Os tratamentos alternativos podem ser usados por pacientes com dor oncológica junto com medicamentos contra dor, o que, às vezes, é denominado terapia complementar ou integrativa. Alguns pacientes acreditam que podem tomar uma dose menor de analgésicos quando também fazem uso de tratamentos alternativos.

Você pode precisar da ajuda de profissionais de saúde, como assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros ou outros, para ajudá-lo a encontrar informações e aprender se essas técnicas podem ser boas opções para incluir em seu esquema de controle da dor.

A dor pode ser um sinal de que o câncer se espalhou, o início de uma infecção ou que existem problemas provocados ​​pelo tratamento do câncer. Devido a isso, você deve relatar quaisquer novos sintomas de dor a seu médico antes de tentar quaisquer tratamentos médicos ou alternativos por conta própria.

Algumas diretrizes gerais para o gerenciamento da dor com métodos alternativos incluem:

  • Tente usar um método não médico, junto com os medicamentos que foram prescritos contra dor. Por exemplo, você pode usar uma técnica de relaxamento (para diminuir a tensão, reduzir a ansiedade e controlar a dor), ao mesmo tempo que você toma o remédio.
  • Conheça a si mesmo e o que você pode fazer. Muitas vezes, quando as pessoas estão descansadas e alertas, podem usar um método que exija mais atenção e energia. Quando se está cansado, pode precisar usar um método que requeira menos esforço. Por exemplo, tente alguma distração quando você está alerta e use compressas quentes ou frias quando você está cansado.
  • Tente métodos diferentes para saber a quais você responde melhor. Tenha a mente aberta e mantenha um registro do que faz você se sentir melhor e do que não ajuda.

Técnicas usadas contra a dor oncológica:

          Acupuntura

Na acupuntura, agulhas muito finas são colocadas no corpo em determinados pontos e a diferentes profundidades e ângulos. Cada ponto serve para controlar a sensação de dor numa parte diferente do corpo. Quando a agulha é inserida, alguns pacientes sentem uma ligeira dor, formigamento ou pequeno choque elétrico por alguns segundos. Uma vez que as agulhas estão no lugar, não se deve mais sentir qualquer dor. As agulhas são normalmente deixadas por 15 a 30 minutos, dependendo da condição tratada. A remoção das agulhas não provoca dor. Atualmente, a acupuntura está amplamente disponível, mas deve ser realizada apenas por um médico acupunturista. Pergunte ao seu médico se você pode se beneficiar e onde você pode fazer acupuntura.

Precaução. Se você está fazendo quimioterapia, converse com o seu médico antes de iniciar a acupuntura.

          Biofeedback

Você vai precisar da ajuda de um profissional em biofeedback para aprender essa técnica. Com a ajuda de máquinas especiais que lhe darão o feedback imediato sobre o estado de seu corpo, você pode aprender a controlar certas funções corporais, como frequência cardíaca, pressão arterial e tensão muscular. Biofeedback é algumas vezes usado para ajudar as pessoas a aprender a relaxar. Você pode usar o biofeedback para ajudá-lo a relaxar e lidar com a dor. Esta técnica é geralmente usada  junto com outros métodos de controle de dor.

          Distração

Distração significa voltar sua atenção para outra coisa que não a dor. As pessoas usam este método sem perceber quando assistem televisão ou ouvem música para afastar suas mentes de alguma preocupação ou da sua dor

A distração pode ser usada sozinha para controlar a dor leve ou junto com medicamentos para gerenciar breves episódios de dor intensa, como dor relacionada aos procedimentos. A distração é útil quando você está aguardando seus remédios contra dor começarem a fazer efeito

Qualquer atividade que precise de foco pode ser usada como distração. As distrações podem ser internas, como contagem, cantar para si mesmo, orar, ou fazer planos. Ou podem ser externas, como bordar, montar modelos em miniatura ou pintar. Perder-se em um bom livro pode desviar sua mente da dor. Assistir TV e ouvir música também são bons métodos de distração. Filmes que você não assistiu ou deseja assistir, sobre tudo comédias. A respiração lenta e rítmica pode ser usada junto com a distração como uma forma de relaxamento. Visitar amigos ou família é outra técnica útil.

Após usar algumas técnicas de distração, alguns pacientes podem se sentir cansados, irritados e com mais dor. Se isso acontecer com você, tente técnicas diferentes e use-as somente quando estiver com uma dor leve.

          Apoio emocional e aconselhamento

Se você se sentir ansioso ou deprimido, sua dor pode piorar. A dor também pode fazer você ficar preocupado, deprimido ou desencorajado facilmente. Alguns pacientes se sentem sem esperança ou desamparados. Outros podem se sentir constrangidos, irritados, assustados, sozinhos ou frenéticos. Todos esses sentimentos são normais em pacientes oncológicos.

Tente conversar sobre seus sentimentos com alguém com quem você se sinta confortável, com seu médico, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogo, familiares, amigos ou outros pacientes com câncer. O seu médico, enfermeiro ou o serviço social podem ajudá-lo a encontrar um profissional que seja especialmente treinado para ajudar pacientes com doenças crônicas.

Você pode tentar frequentar um grupo de apoio onde os pacientes com câncer se reúnem e compartilham os seus sentimentos e como eles estão lidando com a dor oncológica. Os grupos de apoio podem ser em encontros presenciais ou on-line.

          Hipnose

A hipnose é o estado de transe de alta concentração mental em que você está acordado, mas calmo e quieto. Nesse estado relaxado, os pacientes podem tornar-se mais abertos à sugestões. A hipnose pode ser usada para diminuir a consciência da dor, para substituir a sensação de dor para uma menos intensa. Você pode ser hipnotizado por uma pessoa treinada em hipnose, muitas vezes um psicólogo, psiquiatra ou outro terapeuta de saúde mental. Você também pode aprender a se hipnotizar.

Um hipnoterapeuta treinado pode ensinar as pessoas a colocar-se em estado hipnótico, fazer sugestões positivas para si mesmas e deixar o estado hipnótico quando estiverem prontos.

Escolha um hipnoterapeuta licenciado e com experiência com pacientes oncológicos. Para encontrar um terapeuta qualificado na hipnose, pergunte ao seu médico ou entre em contato com um grande centro de oncologia próximo a sua residência.

          Técnicas de imagens

Imagens é uma técnica que usa sua imaginação para criar imagens mentais ou situações. As formas como as imagens aliviam a dor ainda não estão totalmente compreendidas, embora possa ser simplesmente a combinação de relaxamento e distração. A técnica pode ser pensada como um devaneio deliberado que usa todos os seus sentidos - visão, tato, audição, olfato e paladar. Algumas pessoas acreditam que a técnica de imagem é uma forma de auto-hipnose.

Certas imagens podem reduzir a dor tanto durante o momento específico ou por horas após a prática. Se você deve ficar acamado ou não pode sair de casa, você pode utilizar esta técnica para se sentir menos fechado em casa, você pode imaginar e revisitar seus locais favoritos em sua mente. A técnica de imagens pode ajudá-lo a relaxar, aliviar o tédio, diminuir a ansiedade e ajudá-lo a dormir.

A técnica funciona melhor com os olhos fechados. A imagem pode ser algo como uma bola de energia de cura se movendo através de seu corpo, ou uma imagem desenhada em sua mente de si mesmo como uma pessoa sem dor. Por exemplo, imagine que você está cortando os fios que enviam sinais de dor de cada parte do seu corpo para o cérebro. Ou pense em um ambiente agradável, seguro, um local relaxante ou uma atividade que lhe faz feliz. Explorando o lugar ou a atividade em sua mente pode ajudá-lo a sentir-se mais calmo e com menos dor.

Exercício com a bola de energia:

  • Feche os olhos. Respire lentamente e sente-se relaxado.
  • Concentre-se em sua respiração. Respire lenta e confortavelmente a partir de seu abdome.  Ao inspirar, diga mentalmente: "Inspira 1, 2. Expira 1, 2". Respire nesse ritmo lento por alguns minutos.
  • Imagine uma bola de energia de cura se formando no seu peito. Pode ser como uma luz branca. Ela pode ser opaca e não necessariamente brilhante ou colorida. Imagine essa bola tomando forma.
  • Quando estiver pronto, imagine que ao inspirar o ar conduz esta bola de cura de energia para a área de sua dor. Uma vez lá, a bola cura e você relaxa.
  • Quando você expira, imagine o ar soprando a bola para longe de seu corpo. Repita os últimos dois passos a cada inspiração e expiração.
  • Você pode imaginar que a bola fica cada vez maior, tirando o desconforto de seu corpo.
  • Para terminar o exercício, conte lentamente até 3, respire profundamente, abra os olhos e diga para si mesmo: "Eu me sinto bem e relaxado." Comece a se mexer lentamente.

Os problemas que podem ocorrer com essa técnica são muito parecidos com os que ocorrem com as técnicas de relaxamento.

          Relaxamento

O relaxamento alivia a dor reduzindo a tensão muscular. Pode ajudar a adormecer, dar mais energia, deixá-lo menos cansado, diminuir a ansiedade e ajudar outros métodos de controle da dor a responderem mais eficazmente.

O relaxamento pode ser feito sentado ou deitado. Escolha um lugar calmo, sempre que possível. Feche os olhos. Não cruze os braços e as pernas, porque isso pode cortar a circulação e provocar dormência ou formigamento. Se você estiver deitado, tenha certeza de que está confortável. Coloque um pequeno travesseiro sob o pescoço e sob os joelhos ou use um banquinho para apoiar as pernas.

Você também pode perguntar ao seu médico que tipo de CDs para relaxamento ele recomenda. Essas gravações explicam o passo-a-passo e as técnicas de relaxamento.

Métodos de concentração visual e relaxamento de massagem rítmica:

  • Abra os olhos e observe um objeto ou feche os olhos e pense numa cena calma e pacífica.
  • Com a palma da mão, massageie firmemente próximo da área onde se localiza a dor em movimentos circulares. Evite áreas vermelhas ou inchadas. Você pode pedir a um familiar ou amigo para fazer isso por você.
  • Inspire/tensione, expire/relaxe.
  • Respire profundamente. Ao mesmo tempo contraia seus músculos ou um grupo de músculos. Por exemplo, feche fortemente os olhos, franzindo o cenho,  pressione os dentes, enrijeça seus braços e pernas ou levante seus braços e pernas tão firmemente quanto puder.
  • Segure a respiração e mantenha seus músculos tensos por 1 ou 2 segundos.
  • Solte o ar. Expire e deixe seu corpo relaxar.

Métodos de relaxamento de respiração lenta e rítmica:

  • Olhe fixamente para um objeto ou feche os olhos e concentre-se na sua respiração ou em uma cena calma.
  • Inale lenta e profundamente e, à medida que inspira, enrijeça seus músculos,  por exemplo, os dos braços.
  • À medida que você expira, relaxe os músculos e sinta a tensão sair.
  • Agora relaxe e comece a respirar lenta e confortavelmente. Concentre-se na sua respiração, faça de 9 a 12 respirações por minuto. Respirar muito rápido ou muito profundamente pode causar tonturas ou outros sintomas.
  • Para manter um ritmo lento e constante você pode repetir mentalmente “inspira 1, 2; expira 1, 2". Se você já sentiu que expirou todo o ar dos seus pulmões, inspire profundamente e, em seguida, continue respirando lentamente. Cada vez que você expira, você se sentirá relaxar. Se alguns músculos, como os do ombro, não estão relaxados, enrijeça a região quando inspira e relaxe quando expira. Faça isso apenas uma ou duas vezes para cada grupo muscular.
  • Continue com a respiração rítmica por até 10 minutos, dependendo da sua necessidade.
  • Para finalizar a sua respiração lenta e rítmica, conte mentalmente de 1 a 3. Abra os olhos. Diga silenciosamente para si mesmo: "Eu me sinto bem e relaxado". Comece a se mexer lentamente.

Precauções. Algumas pessoas que praticam relaxamento para alívio da dor têm notado alguns problemas comuns e fizeram as seguintes sugestões:

  • O relaxamento pode ser difícil quando você tem dor severa. Se você tem esse problema, use métodos de relaxamento rápido e simples como a concentração visual, com massagem rítmica ou inspirar/tensionar, expirar/relaxar. Ou você pode esperar até que o seu analgésico comece a fazer efeito antes de começar com os métodos de relaxamento.
  • Às vezes, inspirar profundamente pode fazer você sentir falta de ar. Se isso acontecer com você, respire de forma mais superficial e lenta.
  • Você pode adormecer. Esta pode ser uma coisa boa se você está pronto para ir para a cama. Se você não quer dormir, pode sentar em uma cadeira dura ao fazer o exercício de relaxamento ou programe o alarme de seu despertador.

Se você tiver problemas ao usar esses métodos, consulte o seu médico, para encaminhá-lo a alguém com experiência em técnicas de relaxamento. Não use técnicas que aumentam a dor ou que provoquem desconforto ou sensações desagradáveis.

          Estimulação cutânea

Nessa técnica, pressão, calor ou frio são utilizados na pele, enquanto a sensação de dor é diminuída ou bloqueada. Massagem, pressão, vibração, calor, frio e preparações com mentol podem também ser usadas para estimular a pele. Essas técnicas também alteram o fluxo de sangue na área que é estimulada. Às vezes a estimulação cutânea alivia a dor por algumas horas após a sua realização.

A estimulação cutânea é feita sobre ou perto da área de dor. Também é possível fazê-la no lado do corpo oposto ao da dor. Por exemplo, você pode estimular o joelho esquerdo para diminuir a dor no joelho direito.

  • Massagem. Fazendo um movimento circular lento e constante, massageie sobre ou perto da área da dor apenas com a sua mão ou com qualquer substância que lhe faça sentir bem, como talco, óleo morno ou loção para as mãos. Dependendo do local da dor, você pode fazer sozinho ou pedir a um membro da família, amigo ou um massagista. Algumas pessoas acham que o uso de escovas ou acariciar levemente é mais reconfortante do que uma massagem profunda. Faça o que funciona melhor para você. Se você estiver fazendo radioterapia, evite massagem na área de tratamento, bem como em qualquer região avermelhada ou inchada.
     
  • Pressão. Pressione em várias áreas e perto do local de sua dor com toda ou uma parte da palma de sua mão, as pontas dos dedos ou das juntas, o seu polegar, ou usando uma ou ambas as mãos para circundar o braço ou perna. Você pode testar isso através da aplicação de pressão por cerca de 10 segundos para ver se isso ajuda. Você também pode sentir se em torno do local da dor existem pontos “gatilho” que são pequenas áreas sob a pele muito sensíveis ou que provocam mais dor. Às vezes, uma pressão gradual sobre os pontos gatilho ajuda a diminuir a dor. A pressão geralmente funciona melhor se for aplicada tão firme quanto possível, sem provocar mais dor. Você pode fazê-la por até 1 minuto. Isso muitas vezes vai aliviar a dor durante vários minutos até muitas horas após a pressão ter sido realizada.
     
  • Vibração. Próxima à área da dor pode trazer alívio a curto prazo. Por exemplo, o uso de vibração no couro cabeludo com um vibrador portátil, muitas vezes alivia a dor de cabeça. Para dor lombar, também pode ser de grande utilidade. Você pode usar um dispositivo de vibração, como um pequeno vibrador a bateria, um vibrador elétrico ou uma almofada elétrica. Se você estiver fazendo radioterapia, deve-se evitar a técnica de vibração na área de tratamento. Não use um vibrador sobre pele avermelhada, inchada ou fina e delicada.
     
  • Frio ou calor. O calor geralmente alivia as dores musculares. O frio diminuiu a sensação de dor de uma área dormente e dolorosa. Você também pode em alguns casos alternar entre calor e frio para aumentar o alívio da dor. Para frio, tente pacotes de gel que são selados em plástico e ficam macios e flexíveis, mesmo quando congelados. Você pode comprá-los em farmácias e lojas de suprimentos médicos. Eles podem ser utilizados várias vezes e armazenados no congelador. Um pacote de  gelo, cubos de gelo embrulhados em uma toalha ou água congelada em um copo descartável também funcionam. Se você começar a tremer quando se utiliza frio, pare imediatamente. Não use frio intenso ou por muito tempo já que o próprio frio causa mais dor. Evite compressas frias sobre qualquer área onde você está fazendo radioterapia e até 6 meses após o término do tratamento. Se você está fazendo quimioterapia, verifique com seu médico antes de usar uma compressa fria. Não use uma bolsa de água quente diretamente sobre a pele. Não durma com a almofada de aquecimento ligada. Tenha muito cuidado se estiver tomando medicamentos que provocam sonolência ou se você não tem sensibilidade na região. Não use calor sobre uma ferida, porque o calor pode aumentar o sangramento, deve-se esperar pelo menos 24 horas. Evite calor sobre qualquer área onde você está recebendo radioterapia e até 6 meses após o tratamento. Não use calor sobre qualquer área onde a sua circulação ou sensibilidade estão diminuídas. Não aplique calor durante mais de 5 a 10 minutos em um período de uma hora.
     
  • Mentol. Muitas preparações com mentol - cremes, loções ou géis - estão disponíveis para o alívio da dor. Quando são esfregadas na pele, aumentam a circulação sanguínea para a área afetada e produzem uma sensação agradável e calmante que dura várias horas. Não esfregue mentol perto dos olhos, ou sobre pele lesionada, com erupções cutâneas, ou membranas mucosas (como dentro de seu nariz ou da boca ou em torno de seus genitais e reto). Lave bem as mãos com água morna e sabão após usar o mentol. Não utilize mentol na pele na área de tratamento durante a radioterapia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive