Tipos de Câncer

Câncer de Esôfago

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tratamento Paliativo para Câncer de Esôfago

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 16/05/2015 - Data de atualização: 26/11/2020


O tratamento paliativo visa a prevenção ou alívio dos sintomas provocados pela doença. O objetivo principal desse tipo de tratamento é melhorar o conforto e a qualidade de vida do paciente.

Vários tipos de tratamento podem ser utilizados para prevenir ou aliviar os sintomas provocados pelo câncer de esôfago. Em alguns casos são administrados junto com outros tratamentos, destinados à cura da doença. Em outros casos, os tratamentos paliativos são administrados quando a cura já não é possível.

Sonda de alimentação

Alguns pacientes têm dificuldade para alimentar-se após a cirurgia do esôfago e podem precisar da introdução de uma sonda de alimentação (sonda de jejunostomia ou sonda J), que é colocado antes do tratamento. Essa sonda permite que a nutrição líquida seja administrada diretamente no intestino para prevenir e tratar a desnutrição. Essa pode ser facilmente removida quando não for mais necessária.

Dilatação do esôfago

Este procedimento é usado para alongar uma área do esôfago que foi estreitada ou obstruída para permitir uma melhor deglutição.

Um dispositivo como um pequeno balão ou um dispositivo cilíndrico é inserido pela garganta até a área da obstrução. Durante o procedimento é utilizado anestésico local e se necessário pode ser repetido.

Nesse procedimento, existe um pequeno risco de hemorragia ou perfuração, que pode necessitar de cirurgia ou outros tratamentos. O esôfago normalmente fica aberto apenas algumas semanas após a dilatação, por isso é muitas vezes seguido por outros tratamentos, como colocação de um stent, para manter o esôfago aberto.

Outros procedimentos endoscópicos

Vários tipos de procedimentos endoscópicos podem ser realizados ​​para manter o esôfago aberto em pacientes com dificuldade para deglutir. Os procedimentos que podem ser utilizados incluem:

  • Colocação de stent esofágico.
  • Terapia fotodinâmica.
  • Eletrocoagulação.
  • Ablação por laser.
  • Coagulação com plasma de argônio.

Radioterapia

A radioterapia pode aliviar alguns dos sintomas do câncer de esôfago avançado, como dor e problemas de deglutição. A radioterapia é muitas vezes administrada na doença que se disseminou para o cérebro ou coluna vertebral, mas também é útil no tratamento de problemas com a deglutição.

A radioterapia não pode ser repetida em áreas já irradiadas anteriormente. Nesses casos, uma opção é a braquiterapia para aliviar o esôfago obstruído.

Quimioterapia e terapia-alvo

Quando administrada no tratamento do câncer de esôfago avançado, a quimioterapia e a terapia-alvo podem ser consideradas um tipo de terapia paliativa porque se destinam a retardar o crescimento do tumor e aliviar os sintomas da doença.

Controle da dor

O controle da dor é uma preocupação importante para os pacientes com câncer. Existem muitas maneiras de tratá-la. Seu médico pode prescrever medicamentos e outros tratamentos paliativos para aliviar a dor e outros sintomas, por isso converse com seu médico para determinar a sua necessidade.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 20/03/2020, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive