Tipos de Câncer

Mesotelioma

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Cirurgia para Mesotelioma

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/09/2012 - Data de atualização: 11/02/2019


A cirurgia para o mesotelioma pode ser realizada para tentar curar a doença ou para aliviar os sintomas causados pela doença:

  • Cirurgia potencialmente curativa. Este tipo de cirurgia é uma opção se a doença não se disseminou e o paciente tiver um estado de saúde geral bom. Infelizmente, mesmo quando o cirurgião remove todo o tumor visível, algumas células cancerígenas podem ser deixadas no local. Estas células podem crescer e se dividir, fazendo com que a doença recidive após a cirurgia. Ainda assim, a cirurgia potencialmente curativa é realizada em alguns grandes centros de tratamento, um pequeno percentual de pacientes que fizeram a cirurgia teve remissão completa da doença.
  • Cirurgia paliativa. Pode ser uma opção se o tumor se disseminou além do mesotélio e é difícil de remover completamente, ou se o paciente não tiver condições clínicas para uma cirurgia mais extensa. O objetivo desta cirurgia é aliviar ou prevenir os sintomas da doença.

Os tipos de cirurgia mais comuns são:

  • Cirurgia para mesotelioma pleural

A cirurgia para o mesotelioma pleural pode ser feita para ajudar a prevenir ou aliviar sintomas ou tentar remover todo o tumor. Infelizmente, muitas vezes, estes tumores são demasiado extensos para serem completamente removidos.

Pneumonectomia extrapleural. Esta é uma cirurgia extensa que remove o revestimento da pleura, parte do diafragma, pericárdio, gânglios linfáticos, e todo o pulmão afetado. O diafragma e o pericárdio são reconstruídos com materiais sintéticos. O sucesso deste procedimento depende do estado geral de saúde do paciente, das condições da função pulmonar e ausência de outras doenças para tolerar esta cirurgia.

Pleurectomia. É uma cirurgia menos extensa. Neste procedimento todo o revestimento abdominal e tecidos circundantes podem ser removidos. O pulmão e o músculo diafragma não são removidos. Esta cirurgia pode ser usada para tentar curar alguns cânceres, mas também é usada como um procedimento paliativo para aliviar os sintomas, ajudar a controlar o acúmulo de líquido, melhorar a respiração e diminuir a dor provocada pela doença.

Redução do tumor (Pleurectomia parcial). O objetivo desta cirurgia é remover o máximo possível do mesotelioma. Em geral, nesta cirurgia é removido menos tecido que na pleurectomia.

Possíveis efeitos colaterais da cirurgia

Os procedimentos usados para tratar o mesotelioma podem apresentar importantes riscos e efeitos colaterais, dependendo da extensão da cirurgia e do estado geral de saúde do paciente. As possíveis complicações da pneumonectomia extrapleural podem incluir hemorragia, coágulos sanguíneos, infecções, alterações no ritmo cardíaco, pneumonia, acúmulo de líquido no tórax e perda da função pulmonar.

  • Cirurgia para mesotelioma peritoneal

O tratamento cirúrgico do mesotelioma peritoneal é muitas vezes realizado para ajudar a aliviar os sintomas ou para remover o tumor da parede do abdome e outros órgãos do aparelho digestivo. Assim como acontece com o mesotelioma pleural, estes tumores são demasiado extensos para serem completamente removidos.

Redução do tumor. O objetivo desta cirurgia é remover o máximo possível de mesotelioma. Às vezes isto significa remover partes do intestino.

Omentectomia. Os cânceres que envolvem o peritônio, muitas vezes se disseminam para o omento, que pode ser removido como parte da cirurgia para o mesotelioma peritoneal.

  • Cirurgia para mesotelioma pericárdico

A cirurgia pode ser realizada para remover o mesotelioma da membrana que protege o coração chamada pericárdio.

  • Cirurgia para mesotelioma da túnica vaginal

A cirurgia para o mesotelioma da túnica vaginal do testículo, que ocorre na virilha, raramente é curativa. A maioria das vezes essa cirurgia é realizada porque o tumor se assemelha a uma hérnia. O cirurgião começa a cirurgia para uma hérnia e só percebe o mesotelioma durante a cirurgia. Este tipo de mesotelioma raramente pode ser removido completamente.

Para saber mais, consulte nosso conteúdo sobre Cirurgia Oncológica.

Fonte: American Cancer Society (16/11/2018)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive