Tipos de Câncer

Sarcoma de Kaposi

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tipos de Sarcoma de Kaposi

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 07/02/2014 - Data de atualização: 11/02/2017


O sarcoma de Kaposi se divide em diferentes formas epidemiológicas, com alterações celulares muito semelhantes:

  • Sarcoma de Kaposi Epidêmico (relacionado à AIDS)

O tipo mais comum de sarcoma de Kaposi é o relacionado com a AIDS, que se desenvolve em pessoas que foram infectadas pelo HIV.

Uma pessoa HIV-positivo, não necessariamente tem AIDS. O vírus pode estar presente no corpo por um longo período de tempo, inclusive por muitos anos, antes de causar a doença. A AIDS começa quando o vírus danifica gravemente o sistema imunológico, acarretando consigo infecções e outras complicações médicas, incluindo o sarcoma de Kaposi. Quando o HIV danifica o sistema imunológico, pessoas que estão infectadas por vírus específicos (herpes vírus do sarcoma de Kaposi KSHV) são mais propensas a desenvolver o sarcoma de Kaposi.

  • Sarcoma de Kaposi Clássico (Mediterrâneo)

O sarcoma de Kaposi clássico ocorre principalmente em pessoas mais velhas do Mediterrâneo, Leste Europeu e Oriente Médio. É mais comum em homens do que em mulheres.

Os pacientes geralmente têm uma ou mais lesões nas pernas, tornozelos ou plantas dos pés. Em comparação com outros tipos de sarcoma de Kaposi, as lesões deste tipo não têm crescimento rápido e as novas lesões não se desenvolvem com muita frequência.

O sistema imunológico dos pacientes com sarcoma de Kaposi clássico não é tão frágil quanto dos pacientes com o sarcoma tipo epidêmico, porém é mais fraco que o normal. O fato de envelhecer naturalmente enfraquece um pouco o sistema imunológico. Quando isso ocorre, as pessoas que têm a infecção por KSHV são mais propensas a desenvolver o sarcoma de Kaposi.

  • Sarcoma de Kaposi Endêmico (Africano)

O sarcoma de Kaposi endêmico ocorre em pessoas que vivem na África Equatorial e às vezes é denominado de sarcoma de Kaposi africano. A infecção KSHV é muito mais comum na África do que em outras partes do mundo, o que aumenta o risco de desenvolver o sarcoma de Kaposi. Outros fatores na África provavelmente também contribuem para o desenvolvimento do sarcoma de Kaposi, uma vez que a doença afeta um grupo amplo de pessoas o que inclui crianças e mulheres.

O sarcoma de Kaposi endêmico tende a ocorrer em pessoas com menos de 40 anos. Raramente uma forma mais agressiva do sarcoma de Kaposi endêmico é visto em crianças antes da puberdade. Geralmente afeta os gânglios linfáticos e outros órgãos, podendo progredir rapidamente.

O sarcoma endêmico era o tipo mais comum na África, até a AIDS se tornar a doença mais prevalente na região.

  • Sarcoma de Kaposi Iatrogênico (relacionado com Transplante)

Quando o sarcoma de Kaposi se desenvolve em pacientes transplantados é denominado iatrogênico. A maioria dos pacientes transplantados usam medicamentos para impedir a rejeição do novo órgão, o que enfraquece o sistema imunológico do corpo, aumentando a possibilidade da pessoa infectada por KSHV vir a desenvolver sarcoma de Kaposi. A interrupção do uso dos medicamentos imunossupressores ou a diminuição da dose muitas vezes faz com que lesões do sarcoma desapareçam ou regridam.

  • Sarcoma de Kaposi em Homens Homossexuais HIV negativos

Já existem relatos de sarcoma de Kaposi entre homens homossexuais não infectados com o HIV. Neste grupo, os casos de sarcoma de Kaposi são similares aos casos de sarcoma de Kaposi clássico.

Fonte: American Cancer Society (09/02/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive