Tipos de Câncer

Leucemia Mieloide Aguda (LMA)

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Tipos de Amostras usadas para Diagnosticar a Leucemia Mieloide Aguda (LMA)

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/07/2015 - Data de atualização: 23/11/2018


Se os sinais e sintomas ou no exame físico se suspeitar de leucemia mieloide aguda, o médico solicitará exames complementares de sangue e da medula óssea para confirmar o diagnóstico.

Amostras de sangue

As amostras de sangue para biópsia da leucemia mieloide aguda são geralmente coletadas a partir de uma veia do braço.

Amostras da medula óssea

As amostras de medula óssea são obtidas a partir de dois exames que normalmente são realizados ao mesmo tempo:

  • Aspiração da medula óssea.
  • Biópsia da medula óssea.

As amostras são geralmente colhidas no osso da pelve, embora em alguns casos, possam ser colhidas do esterno ou outros ossos. Se apenas uma aspiração for feita, a amostra pode ser retirada do esterno.

A biópsia da medula óssea é geralmente feita logo após a aspiração, com a remoção de uma amostra do osso com uma agulha.

Punção lombar

A punção lombar procura por células leucêmicas no líquido cefalorraquidiano, que envolve o cérebro e a medula espinhal.

Nesta técnica, o médico, após anestesiar uma área na parte inferior da coluna vertebral, insere uma agulha entre os ossos da coluna para retirar uma pequena quantidade do líquido.

A punção lombar não é realizada para diagnosticar a leucemia mieloide aguda, a menos que o paciente apresente sintomas que poderiam ser causados pela disseminação de células cancerígenas para o sistema nervoso central.

A punção lombar é às vezes utilizada para administrar drogas quimioterápicas no líquor, para prevenção ou tratamento de metástases na medula espinhal e cérebro.

Fonte: American Cancer Society (21/08/2018)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive