Tipos de Câncer

Câncer de Bexiga

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Terapia Intravesical para Câncer de Bexiga

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 07/05/2015 - Data de atualização: 25/06/2018


A terapia intravesical é o tratamento com medicamentos aplicados diretamente na bexiga, através de um cateter, em vez de ser administrados por via oral ou injetado na veia.

Dessa forma os medicamentos afetam principalmente as células que revestem a bexiga, com pouco ou nenhum efeito sobre outras células. Isto significa que todas as células cancerígenas fora do revestimento da bexiga, incluindo aquelas que cresceram mais profundamente na parede não são tratadas. Os medicamentos administradas dentro da bexiga não atingem células cancerígenas nos rins, ureteres e uretra, ou aquelas que já se espalharam para outros órgãos.

Por esta razão, a terapia intravesical é usada apenas para tratar tumores de bexiga não invasivos (estágio 0) ou minimamente invasivos (estágio I).

Tipos de Terapia Intravesical


  • Imunoterapia Intravesical

Terapia com Bacillus Calmette-Guerin. O bacillus Calmette-Guerin (BCG) é considerada a imunoterapia intravesical mais eficaz para o tratamento de câncer de bexiga em estágio inicial. O BCG é uma bactéria que está relacionada com o bacilo que causa a tuberculose (TB). Para tratar o câncer de bexiga, a vacina BCG é administrada diretamente na bexiga através de um cateter. As células do sistema imunológico são atraídas para a bexiga e ativadas pela BCG, que por sua vez afeta as células do câncer de bexiga. O tratamento com BCG pode provocar sintomas como gripe, febre, calafrios, fadiga e sensação de queimação na bexiga.

  • Quimioterapia Intravesical

Na quimioterapia intravesical os medicamentos quimioterápicos são administrados diretamente na bexiga através de um cateter. Estes medicamentos destroem as células cancerígenas em crescimento. Estes medicamentos também podem ser administrados sistemicamente (via oral ou venosa) para tratar estágios mais avançados da doença.

Mitomicina. É o medicamento usado com mais frequência na quimioterapia intravesical. Outros medicamentos utilizados são valrubicina, docetaxel, tiotepa e gemcitabina.

Os principais efeitos colaterais da quimioterapia intravesical são irritação e sensação de queimação na bexiga.

Para saber se o medicamento que você está usando está aprovado pela ANVISA acesse nosso conteúdo sobre Medicamentos ANVISA.

Fonte: American Cancer Society (23/05/2016)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive