Tipos de Câncer

Câncer de Olho


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sobre o Câncer de Olho

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 29/04/2015 - Data de atualização: 10/07/2019


Os tumores que se desenvolvem nos olhos são denominados cânceres intraoculares.

Nos adultos, os cânceres intraoculares mais comuns são:

  • Melanoma, é o foco de nossas informações sobre câncer de olho.
  • Linfoma não Hodgkin.

Nas crianças, os cânceres intraoculares mais comuns são:

  • Retinoblastoma, um câncer que começa nas células da retina.
  • Meduloepitelioma, é o segundo tipo mais comum, mas ainda assim muito raro.

Melanoma intraocular

O melanoma intraocular é o tipo mais comum de câncer que se desenvolve dentro do globo ocular em adultos, mas é raro. Os melanomas de pele são muito mais comuns do que os tumores oculares. Os melanomas se desenvolvem a partir do pigmento produzido pelos melanócitos. Quando o melanoma se desenvolve no globo ocular, geralmente ocorre na úvea, raramente na conjuntiva.

Melanoma uveal

A úvea é a camada intermediária do globo ocular, que é formada por três partes:

  • Íris. É a parte colorida do olho. Ela envolve a pupila, a pequena abertura que deixa a luz entrar no globo ocular.
  • Coroide. É uma camada fina, pigmentada do globo ocular que alimenta a retina e a parte anterior do olho com o sangue.
  • Corpo Ciliar. Contém os músculos do interior do olho que alteram a forma do cristalino de modo que o olho possa focar objetos próximos ou distantes. Têm também células que produzem o humor aquoso, um líquido na parte anterior do globo ocular entre a córnea e a lente.

Cerca de 90% dos tumores oculares se desenvolvem na coroide ou corpo ciliar. As células da coroide produzem o mesmo tipo de pigmento dos melanócitos na pele, de modo que não é surpreendente que estas células formem, ocasionalmente, os melanomas.

A maioria dos outros melanomas intraoculares começa na íris. Esses são os mais fáceis para o paciente (ou seu médico) perceberem porque geralmente começam em um ponto pigmentado na íris, que está presente há muitos anos e, que de repente começa a crescer. Esses melanomas geralmente tem um desenvolvimento bastante lento, e raramente se disseminam para outras partes do corpo. Por estas razões, os pacientes com melanomas de íris geralmente têm um bom prognóstico.

Os melanomas uveais podem se disseminar pelo sangue e comumente se disseminam para o fígado.

Melanoma da conjuntiva

A conjuntiva é uma cobertura clara e fina sobre a esclera. A esclera é a parte branca e dura dos olhos, que cobre a maior parte externa do globo ocular. É contínua  à córnea, que é clara para permitir a passagem da luz.

Estes melanomas são extremamente raros e tendem a serem mais agressivos e a se desenvolverem nas estruturas próximas. Como eles podem se disseminar pelo sangue e sistema linfático, também podem se espalhar para órgãos distantes, como pulmões, fígado ou cérebro.

Cânceres orbitais e anexos

A órbita consiste dos tecidos que circundam o globo ocular. Esses incluem os músculos que movem o globo ocular em diferentes direções e os nervos ligados ao olho. Os tumores desses tecidos são denominados cânceres orbitários.

As estruturas anexiais incluem as pálpebras e as glândulas lacrimais. Os tumores que se desenvolvem nesses tecidos são denominados cânceres anexiais.

Os tumores orbitais e anexos se desenvolvem a partir de tecidos como músculos, nervos e pele ao redor do globo ocular e são como os seus homólogos de outras partes do corpo, como por exemplo:

  • Cânceres da pálpebra geralmente são cânceres de pele.
  • Câncer que afeta os músculos oculares.
  • Linfomas que começam no olho.

Fonte: American Cancer Society (30/11/2018)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive