Tipos de Câncer

Linfoma de Hodgkin

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sinais e Sintomas do Linfoma de Hodgkin

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 06/06/2015 - Data de atualização: 26/06/2018


O linfoma de Hodgkin pode causar diferentes sinais e sintomas, dependendo da sua localização no corpo, por exemplo:

Aumento de volume dos Linfonodos


O linfoma de Hodgkin não é a causa mais comum de aumento de volume dos linfonodos. O aumento dos gânglios linfáticos, especialmente em crianças, é causado por infecções. Neste caso, o linfonodo retorna ao seu tamanho normal quando a infecção cede.

Outros tipos de câncer também podem causar aumento do tamanho dos linfonodos. Portanto, ao perceber um gânglio linfático aumentado, especialmente se você não teve uma infecção recente, consulte um médico para diagnosticar a causa, e se necessário iniciar um tratamento.

Sintomas Gerais


Algumas pessoas com linfoma de Hodgkin têm o que são conhecidos como sintomas B:

  • Febre.
  • Sudorese noturna.
  • Perda de peso.
  • Coceira.
  • Cansaço.
  • Perda de apetite.

Às vezes, o único sintoma pode ser o cansaço, que permanece ao longo de todo o tratamento.

Tosse, Dificuldade para respirar, Dor no Peito


Quando o linfoma de Hodgkin afeta os gânglios linfáticos do tórax, o aumento de tamanho dos linfonodos pode pressionar a traqueia e provocar tosse ou mesmo dificuldade para respirar, principalmente quando deitado. Algumas pessoas podem sentir dores nessa região.

Ter um ou mais dos sintomas descritos acima não significa que você tenha linfoma de Hodgkin. Na verdade, muitos destes sintomas podem ser causados ​​por outras condições, como infecções. Ainda assim, se algum desses sintomas surgirem, é muito importante que sejam avaliados por um médico para que a causa possa ser determinada e seja iniciado o tratamento se necessário.

Fonte: American Cancer Society (28/03/2017)


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive