Tipos de Câncer

Leucemia Mieloide Aguda (LMA)

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sinais e Sintomas da Leucemia Mieloide Aguda (LMA)

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/07/2015 - Data de atualização: 23/11/2018


A leucemia mieloide aguda pode causar diferentes sinais e sintomas, sendo que alguns são mais comuns em determinados subtipos da doença.

Sintomas gerais

Os pacientes com leucemia mieloide aguda geralmente apresentam vários sintomas não específicos, que podem incluir:

  • Perda de peso.
  • Fadiga.
  • Febre.
  • Sudorese noturna.
  • Perda de apetite.

Estes não são apenas sintomas da leucemia mieloide aguda, e são mais frequentemente causados por outras doenças.

Sintomas causados devido à diminuição das taxas sanguíneas

Muitos sinais e sintomas da leucemia mieloide aguda está relacionada à diminuição da produção de células sanguíneas normais da medula óssea, que ocorrem quando as células leucêmicas assumem o lugar das células normais na medula óssea. Esta queda é diagnosticada nos exames de sangue, e também pode provocar sintomas:

Sintomas devido a diminuição dos glóbulos vermelhos (Anemia). A escassez de glóbulos vermelhos podem provocar:

  • Fadiga.
  • Fraqueza.
  • Sensação de frio.
  • Tonturas ou vertigens.
  • Dor de cabeça.
  • Falta de ar.

Sintomas devido a diminuição dos glóbulos brancos. A escassez de glóbulos brancos podem provocar:

  • Leucopenia.
  • Neutropenia.
  • Infecções.
  • Febre.

Sintomas devido a diminuição das plaquetas. Normalmente, as plaquetas ajudam a parar o sangramento. A falta de plaquetas no sangue, denominada trombocitopenia, pode levar a:

  • Hematomas e sangramentos.
  • Hemorragias nasais frequentes.
  • Sangramento nas gengivas.
  • Menstruação intensa.

Sintomas causados devido ao elevado número de células leucêmicas

As células cancerígenas da leucemia mieloide aguda, denominadas blastos, são maiores do que os glóbulos brancos normais e têm mais dificuldade para passar por pequenos vasos sanguíneos. Se a quantidade dessas células for muito alta, podem entupir os vasos sanguíneos tornando difícil que os glóbulos vermelhos normais (e oxigênio que eles transportam) cheguem aos tecidos. Isso é denominado de leucostase. A leucostase é rara, mas é uma emergência clínica que precisa ser imediatamente tratada. Alguns dos sintomas são similares aos de acidente vascular cerebral, e incluem:

  • Dor de cabeça.
  • Fraqueza em um lado do corpo.
  • Fala ininteligível.
  • Confusão.
  • Sonolência.

Quando os vasos sanguíneos dos pulmões são atingidos, os pacientes apresentam falta de ar. Os vasos sanguíneos dos olhos podem ser afetados, escurecendo a visão ou até mesmo com perda de visão.

Problemas de hemorragia e coagulação

Os pacientes com leucemia mieloide aguda do tipo promielocítica aguda podem apresentar sangramento no nariz que não cessa ou um corte que não para de sangrar. Eles também podem apresentar trombose venosa profunda ou dor no peito e falta de ar devido a embolia pulmonar.

Dores ósseas ou nas articulações

Alguns pacientes têm dor óssea ou nas articulações provocadas pelo acúmulo de células leucêmicas nestas regiões.

Inchaço no abdome

As células leucêmicas podem se acumular no fígado e no baço, provocando aumento desses órgãos. Isso pode ser percebido como sensação de saciedade ou inchaço na barriga.

Sintomas causados pela disseminação da leucemia

            Disseminação para a pele

Se as células leucêmicas se disseminarem para a pele, podem provocar nódulos ou manchas, similares a erupções cutâneas comuns. Uma coleção de células de leucemia mieloide aguda sob a pele ou outras partes do corpo é denominada cloroma, sarcoma granulocítico ou sarcoma mieloide. Raramente, a leucemia mieloide aguda pode aparecer pela primeira vez como um cloroma sem células leucêmicas na medula óssea.

            Disseminação para a gengiva

Certos tipos de leucemia mieloide aguda podem se disseminar para as gengivas, provocando inchaço, dor e hemorragia.

            Disseminação para a outros órgãos

Às vezes, as células leucêmicas podem se disseminar para outros órgãos. Se a disseminação for para o cérebro e medula espinhal podem provocar sintomas, como:

  • Dor de cabeça.
  • Fraqueza.
  • Convulsões.
  • Vômitos.
  • Problemas com o equilíbrio.
  • Dormência Facial.
  • Visão turva.

Em raras ocasiões, a leucemia mieloide aguda pode se disseminar para os olhos, testículos, rins ou outros órgãos.

            Aumento dos linfonodos

Em casos raros, a leucemia mieloide aguda pode se disseminar para os linfonodos, aumentando seu tamanho. Os linfonodos envolvidos do pescoço, virilha, axila e clavícula podem ser sentidos como nódulos sob a pele.

Embora qualquer um dos sintomas e sinais acima possa ser provocado pela leucemia mieloide aguda, também podem ser devido a outras condições clínicas. Ainda assim, se você tiver qualquer um desses sintomas, é importante consultar um médico para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

Fonte: American Cancer Society (21/08/2018)



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive