Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Sessão solene homenageará a campanha Outubro Rosa em 2020

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 22/08/2019 - Data de atualização: 22/08/2019


O que houve?

A deputada Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) apresentou o Requerimento n° 2.199/19, propondo a realização de sessão solene no dia 07 de outubro de 2020, integrando as ações da Campanha Internacional do Outubro Rosa.

De acordo com a deputada, a campanha surgiu na década de 1990 para estimular e conscientizar a população no combate ao câncer de mama. “A campanha busca apresentar ações para informar sobre a doença, promover o diagnóstico precoce, proporcionar acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade”, explicou.

A deputada destacou que o câncer de mama também acomete homens, mesmo que raramente, e que por muitos deles desconhecerem a possibilidade de desenvolver a doença, prejudica um diagnóstico precoce. “O diagnóstico nas fases iniciais, aumentam as chances de tratamento e cura tanto em mulheres quanto em homens, por isso é tão importante debater o Câncer de Mama no Brasil, com discussão sobre a promoção à saúde, a prevenção, a detecção e o tratamento da doença”, informou.

Além disso, a deputada apontou que as mulheres com deficiência possuem dificuldade para realizar o exame de mamografia, uma vez que o mesmo é feito com as mulheres em pé, para que as mamas sejam comprimidas pelo aparelho de mamógrafo. “As mulheres paraplégicas, tetraplégicas, anãs ou com nanismo não conseguem ficar de pé para realizar o exame. Da mesma sorte, quando precisam fazer uma ecografia mamária, as mulheres precisam se deslocar da cadeira de rodas para a maca. No país, 8 milhões de brasileiras tem deficiência física e nem todos os aparelhos e exames tem acessibilidade, dificultando que todas as mulheres tenham acesso”, enfatizou.

E agora?

O requerimento aguarda leitura do presidente da Câmara dos Deputados.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive