Tipo de Tratamento

Radioterapia

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Radioterapia Estereotáxica Ablativa

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 24/04/2014 - Data de atualização: 24/04/2014


A radioterapia estereotáxica ablativa utiliza scans e equipamentos especiais para atingir precisamente o volume alvo e tratar certos tipos de tumor com exatidão. É uma técnica adequada apenas para alguns pacientes, geralmente aqueles com tumores pequenos. A radioterapia estereotáxica ablativa geralmente é administrada num período de tempo menor do que a radioterapia convencional.

A radioterapia estereotáxica ablativa é conhecida também por outros nomes, que podem se relacionar com a área do corpo a ser tratada, o tipo de equipamento utilizado ou o tempo de tratamento, como:

  • Radioterapia estereotáxica corporal.
  • Radiocirurgia estereotáxica.
  • Radiocirurgia extracraniana.
  • Radioterapia extracraniana.
  • Radioterapia estereotáxica.

A radioterapia estereotáxica ablativa utiliza muitos feixes dirigidos de radiação a partir de ângulos diferentes, que se encontram no tumor. O tumor propriamente dito recebe uma alta dose de radiação, enquanto que os feixes individuais que atingem os tecidos saudáveis adjacentes recebem uma dose baixa. Isto reduz o risco de danos nas células normais. A radioterapia estereotáxica ablativa pode ser administrada com menos sessões de tratamento do que a radioterapia convencional, geralmente são realizadas de 3 a 8 sessões.

A radioterapia estereotáxica ablativa pode ser usada para tratar tumores primários pequenos de pulmão, além de metástases para o pulmão, fígado, linfonodos, coluna e outros locais. Também está sendo usada para tratar câncer de próstata em um estudo clínico.

A radioterapia estereotáxica ablativa pode ser uma alternativa à cirurgia para os pacientes que não podem realizara a cirurgia ou quando o tumor está em uma área difícil de operar. Entretanto, não é adequada para todos. Converse com seu médico se essa é uma opção de tratamento para você.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive