Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Quantos casos de câncer nos EUA são causados pelo consumo de álcool?

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 09/02/2021 - Data de atualização: 09/02/2021


Um novo estudo publicado online este mês na Cancer Epidemiology  acrescenta mais evidências científicas de que o consumo de álcool por parte dos norte-americanos é responsável por um número significativo de casos e óbitos. A estimativa da American Cancer Society (ACS) é de que são 4,8% de casos e 3,2% dos óbitos.

Mais importante que estes números globais “frios” é entender que dependendo do sítio primário, estes números são bem maiores; 12,1% dos casos de câncer de mama em mulheres, 11,1% colorretal, 10,5% fígado, 7,7% esôfago, só para citar alguns exemplos, não esquecendo dos clássicos cânceres de cavidade oral/faringe e laringe, onde o álcool seria responsável por >45% e >25% dos casos, respectivamente.

Parece pouco? Se fizermos a conta com a incidência prevista para os EUA em 2021, seriam potencialmente evitáveis 33 mil casos de câncer de mama, 16.500 de câncer colorretal, sem contar os demais! Na incidência e mortalidade gerais, seriam 90 mil casos a menos e 19 mil mortes evitáveis!

Um dos pontos fortes deste estudo é conseguir avaliar o impacto do consumo de álcool em não fumantes, pela frequente concomitância destes fatores de risco.

Método do estudo
Foram analisadas características como idade, sexo, incidência e mortalidade estado por estado nos EUA entre 2013 e 2016, utilizando a base de dados do US Cancer Statistics de adultos com 30 anos ou mais. Estimou-se ainda o consumo de álcool utilizando questionários — autopreenchidos — do Behavioral Risk Factor Surveillance System entre 2003-2006.

Foi possível demonstrar ainda importante variação entre os estados americanos, e está ficando claro que o consumo de álcool entre mulheres tem aumentado nos últimos anos.

Outra preocupação dos pesquisadores é de que o consumo de álcool não é percebido pelas pessoas como um fator de risco para doenças e nem as recomendações médicas são levadas a sério pela maioria. Nós médicos temos um papel fundamental nesta educação.

“É melhor não consumir álcool” conforme está na diretriz de consumo publicada pela ACS ano passado, que já foi tema de uma coluna minha a respeito em 2020, e se não for possível, homens devem limitar seu consumo a duas doses e mulheres apenas uma. Aprecie com MUITA moderação.

E vamos conversar sobre isso mais com nossos pacientes. Estamos na época do World Cancer Day 2021 #IAmAndIWill é a hashtag usada na campanha para mostrar o que podemos fazer para reduzir risco.

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive