Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Projeto sobre prazo para exames diagnósticos vai ao Senado

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 14/12/2018 - Data de atualização: 14/12/2018


O que houve?

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (13) o Projeto de Lei  n° 275/15, de autoria da deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), que garante aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com suspeita de câncer o direito ao exame de biópsia em no máximo 30 dias, contados a partir do pedido médico. A proposta segue para o Senado.

A proposta é incluída na Lei n° 12.732/12 que já estipula o início do tratamento pelo SUS a no máximo 60 dias a partir do diagnóstico do câncer. O objetivo é acelerar ainda mais o acesso a medicações e cirurgias necessárias pelos pacientes. Zanotto avaliou que a falta de prazo também para os exames diagnósticos é uma lacuna na lei atual.

A proposta faz parte da pauta prioritária da bancada feminina, que tem sido prestigiada durante os 16 dias de ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

A relatora, deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), destacou a atuação de entidades ligadas ao combate e tratamento de câncer de mama. “É uma conquista para as mulheres garantir que se façam exames para diagnóstico no caso de suspeita de câncer em 30 dias. É uma garantia de sobrevivência”, disse.

A deputada Rosângela (PRB-RJ) parabenizou a autora do projeto e destacou que quando a pessoa se encontra com câncer ou com suspeita, ela demora 60 dias para fazer o primeiro exame. “O processo acaba sendo tão demorado que a doença já está alastrada, o que acaba gerando um número altíssimo de pessoas morrendo com câncer de mama, pele, útero e ovário. A proposta é extremamente positiva, válida para nossa população na questão da redução da neoplasia e da mortalidade”, destaca.

O deputado Bebeto (PSB-BA) se posicionou favorável ao projeto. De acordo com o deputado, o tratamento com início em 60 dias é danoso. “Você diminuir o prazo de 60 para 30 dias nos permite, com mais celeridade, salvar vidas neste país”.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) ressaltou que, no tratamento de câncer, o tempo é fundamental.


E agora ?
 
A matéria seguirá para análise do Senado Federal.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive