Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Programa é lançado para disseminar experiências de pessoas que vivenciaram situações limite

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 15/05/2013 - Data de atualização: 15/05/2013


No dia 22 de novembro será lançado em São Paulo o Programa Doadores de Sabedoria. A iniciativa abre a pessoas que vivenciaram ou se encontram em situações limite em função de doenças graves como o câncer a oportunidade de compartilhar suas vivências e aprendizados. O objetivo é valorizar a importância da vida plena, da atenção ao próximo, e do autocuidado com a saúde física, mental e espiritual.

A iniciativa, idealizada por Luiz Fernando Brandão, da consultoria in futuro, e viabilizado por Luciana Holtz, presidente do Instituto Oncoguia, e por Karen Worcman, diretora do Museu da Pessoa, reunirá depoimentos, que serão contados por meio do programa 'Conte sua História', do Museu da Pessoa (espaço expositivo e estúdio aberto para que toda e qualquer pessoa possa gravar sua história ou indicar alguém) e ficarão disponíveis no site do programa Doadores da Sabedoria, do Instituto Oncoguia , da in Futuro e na página do Museu .

"Receber o diagnóstico do câncer não é fácil pra ninguém, mas acontece a todo o momento e com qualquer pessoa", afirma a psico-oncologista Luciana Holtz, presidente do Instituto Oncoguia. "Essa situação limite gera reflexões profundas sobre a vida e torna-se uma fonte preciosa de sabedoria, que merece ser compartilhada", completa.

"Nossa intenção com o Doadores de Sabedoria é ouvir pacientes, familiares, amigos que passaram por esta situação, eternizar seus aprendizados e dividir com milhares de pessoas, pela Internet, redes sociais e no próprio espaço do Museu", acrescenta a diretora do Museu da Pessoa, Karen Worcman. "Buscamos um mundo mais justo e democrático, baseado na história de pessoas de todos os segmentos da sociedade", completa Worcman.

"Hoje o câncer não é uma sentença de morte. É uma doença que pode ser curada", conta Ivani Rossi, paciente curada de um linfoma, em sua 'doação' ao Doadores de Sabedoria. Os depoimentos também serão divulgados nas mídias sociais, Twitter e Facebook, além de sites e blogs, por meio de 'pílulas de sabedoria', trechos das declarações que serão disseminadas na Internet para provocar o envio de novas histórias e para mobilizar os internautas a favor da causa e de uma vida melhor.

A oportunidade de registrar suas vivências, além de dar um sentido maior à intensa experiência individual é o que define Luiz Fernando Brandão, da consultoria in Futuro. "O Doadores de Sabedoria vai beneficiar muitas pessoas e estimular os cuidados com a saúde física, mental e espiritual", afirma.

Fonte: UOL


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive