Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Problemas Cognitivos

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 24/03/2013 - Data de atualização: 24/03/2013


O tratamento do câncer tem por finalidade a cura ou alívio dos sintomas da doença. Os tratamentos com medicamentos (quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia), cirúrgicos e radioterápicos podem provocar efeitos colaterais que variam de paciente para paciente dependendo de múltiplos fatores, podendo ser diferentes quanto a intensidade e duração. Alguns pacientes poderão apresentar efeitos colaterais mais severos, outros mais leves ou mesmo não apresentar qualquer efeito colateral. Em caso de você apresentar algum efeito colateral devido ao tratamento que está realizando procure imediatamente seu médico para receber as orientações necessárias para seu caso.

Problemas cognitivos ocorrem quando uma pessoa tem dificuldades no processamento de informações, incluindo tarefas mentais como atenção, raciocínio e memória. Aproximadamente 20% das pessoas que se submetem à quimioterapia apresentam problemas cognitivos, incluindo as crianças. As dificuldades que esses pacientes enfrentam podem variar em intensidade e podem tornar difícil a realização de atividades rotineiras.

Sintomas

Os problemas cognitivos incluem dificuldades em muitas áreas:

  • Dificuldade de concentração ou atenção.
  • Perda de memória ou dificuldade para lembrar-se das coisas.
  • Problemas com a compreensão ou entendimento.
  • Dificuldades com o julgamento e raciocínio.
  • Habilidades prejudicadas.
  • Problemas na execução de várias tarefas.
  • Mudanças comportamentais e emocionais.
  • Confusão.

Causas

As alterações cognitivas podem ser causadas por vários fatores:

  • Câncer cerebral.
  • Metástases cerebrais.
  • Quimioterapia, especialmente em altas doses.
  • Radioterapia da cabeça e pescoço ou irradiação do corpo todo.
  • Cirurgia do cérebro, em áreas danificadas por uma biópsia ou remoção de tumor.
  • Terapia hormonal.
  • Imunoterapia.
  • Medicamentos antináusea, antibióticos, analgésicos, imunossupressores, antidepressivos, para o coração ou para tratar distúrbios do sono.
  • Infecções, especialmente do sistema nervoso central e as que causam febre alta.
  • Outras condições ou sintomas relacionados ao câncer e seus tratamentos, incluindo anemia, fadiga, stress, depressão, insônia, hipercalcemia e desequilíbrios eletrolíticos que podem levar à desidratação e falência dos órgãos.
  • Não ter vitaminas e minerais suficientes, como ferro, vitamina B ou ácido fólico.
  • Outros distúrbios do sistema nervoso relacionados ao câncer.

Gerenciamento

Os problemas cognitivos causados por uma condição reversível, como anemia ou um desequilíbrio eletrolítico, geralmente são solucionados com o tratamento adequado. Da mesma forma, os problemas causados por uma determinada medicação desaparecem quando cessa o uso da mesma. Os problemas relacionados ao câncer no cérebro, geralmente, melhoram com o tratamento, mas alguns sintomas podem persistir. Infelizmente, os problemas cognitivos relacionados à quimioterapia, radioterapia ou outros tratamentos podem continuar indefinidamente. O gerenciamento desses problemas, a longo prazo, pode incluir:

  • Medicamentos, incluindo estimulantes.
  • Terapia ocupacional e reabilitação profissional.
  • Reabilitação cognitiva e treinamento cognitivo.

Sugestões para Gerenciar Problemas Cognitivos

  • Use um calendário ou agenda diária para não esquecer atividades e datas importantes.
  • Peça às pessoas para repetir as informações e anote as novas informações.
  • Use lembretes e faça listas.
  • Exercite seu cérebro com atividades mentais, como palavras cruzadas, quebra-cabeças, pintura, tocando um instrumento musical ou aprendendo um novo hobby.
  • A atividade física pode aumentar a agilidade mental, tente caminhar, nadar, fazer yoga, ou jardinagem.

Problemas Cognitivos em Crianças

As crianças pequenas são especialmente sensíveis a longo prazo. Esses déficits são mais comuns em crianças que fazem quimioterapia ou radioterapia. Crianças tratadas antes dos cinco anos são mais suscetíveis ao déficit cognitivo.

Os déficits cognitivos a longo prazo podem ocorrer em meses ou até anos após o término do tratamento e continuar na idade adulta. O déficit cognitivo a longo prazo, em sobreviventes de câncer infantil pode incluir:

  • Diminuição da inteligência geral (QI inferior).
  • Deficiência de aprendizagem.
  • Decréscimo da capacidade de atenção.
  • Desenvolvimento atrasado, incluindo no desenvolvimento social, emocional e comportamental.
  • Desenvolvimento acadêmico inferior, especialmente na leitura, linguagem e matemática.
  • Diminuição das habilidades de linguagem receptiva e expressiva.
  • Diminuição das habilidades de memória verbal e não verbal.

As crianças podem ser ajudadas com terapia ocupacional, fonoaudiologia, terapia comportamental, treinamento das habilidades sociais, reabilitação cognitiva e medicamentos. Algumas crianças podem precisar aprender novas formas de aprendizagem na escola ou manter a atenção. A intervenção precoce oferece o maior benefício, portanto é importante que os pais estejam cientes dos possíveis problemas cognitivos e conversem com o pediatra de seu filho ou oncologista assim que suspeitar de qualquer problema.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive