top

Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio
  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Previsão de epidemia de câncer dispara alerta

  • Equipe Oncoguia
  • - Data da última atualização: 14/10/2013


Um estudo elaborado pelo Grupo Latino-Americano de Pesquisa em Oncologia aponta uma epidemia de câncer no mundo nos próximos 20 anos, levando à morte pelo menos 17 milhões de pessoas. Preocupados com esses números,  os governos estadual e municipal de São Paulo têm feito investimentos na área de tratamento e prevenção da doença para diminuir a taxa de óbito.

Uma portaria de maio do Ministério da Saúde determina que pacientes com câncer deverão começar o tratamento no SUS (Sistema Único de Saúde) em, no máximo, 60 dias após o diagnóstico da doença. A descoberta precoce e o tratamento rápido são as maiores chances de cura ou, ao menos, do prolongamento da vida.

A rede estadual de saúde  investiu neste ano R$ 190 milhões para a implantação da Rede Hebe Camargo. A estimativa é que o projeto beneficie 12 mil novos pacientes por mês. A Secretaria Municipal da Saúde afirma realizar  campanhas, mutirões, consultas e exames de rotina contra o câncer. Segundo a pasta, o município tem uma oferta de 860 vagas por mês para consultas com médicos especialistas na doença.

Segundo o diretor do grupo, o oncologista  Carlos Barrios, a onda de câncer afetará todos os países, mas a mortalidade será maior nas nações  em desenvolvimento, como o Brasil. "A falta de um diagnóstico rápido e investimentos em prevenção levará à morte milhões de brasileiros”, alerta o médico.

O estado de São Paulo é considerado um centro de excelência na área de tratamento e prevenção do câncer por causa dos números de centros de cura, hospitais e serviços universitários, entre eles o A.C. Camargo e o IBCC (Instituto Brasileiro de Controle do Câncer).

Dados do Instituto Nacional de Câncer mostram que a maior incidência de tumores  no país está nas regiões Sul e Sudeste. Hábitos nocivos à saúde como o tabagismo, o  consumo de álcool, o sedentarismo e a obesidade são  fatores que contribuem para essa situação.

Para o oncologista Barrios, investimentos em prevenção são mais baratos do que investimentos em máquinas e remédios para tratamento.

Unifesp abrirá novo centro de mastologia
O Hospital São Paulo,  da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), vai  inaugurar na quarta-feira o ambulatório de mastologia e a unidade diagnóstica, destinados a melhorar e acelerar o atendimento de pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde).   

40 é o número de novos casos de câncer de mama por mês só no Hospital São Paulo

Icesp faz 50 mil atendimentos mensais
O Instituto do Câncer de São Paulo atende 50 mil pacientes por mês. Desse número, 40 mil são ativos e 900 novos doentes chegam todos os meses.

Fonte: Diário de S. Paulo



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2014 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive