Tipos de Câncer

Câncer de Endométrio


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Bayer Janssen MSD Takeda Astellas UICC Libbs Abbvie Ipsen Sanofi Daiichi Sankyo GSK Avon Nestlé Servier Viatris


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Como prevenir o câncer de endométrio

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 03/11/2015 - Data de atualização: 30/08/2021


Prevenção é o adiamento ou a eliminação de condições específicas que poderiam contribuir para o desenvolvimento de uma doença por meio de intervenções de eficácia comprovada.

A maioria dos casos de câncer de endométrio não pode ser evitada, mas existem algumas maneiras de reduzir o risco de desenvolver a doença.

Mantenha um peso saudável e seja fisicamente ativo

Manter uma dieta saudável e praticar atividade física podem diminuir o risco de câncer de endométrio. As mulheres que se exercitam diariamente podem diminuir esse risco pela metade em comparação com as que não praticam exercícios.

Discuta os prós e contras da terapia hormonal com seu médico

O estrogênio para tratamento dos sintomas da menopausa está disponível em muitas formas de apresentação como, por exemplo, pílulas, adesivos, cremes e anéis vaginais. Converse com seu médico sobre o uso de estrogênio para aliviar os sintomas da menopausa e o risco de câncer de endométrio. As progestinas podem reduzir o risco de câncer de endométrio em mulheres que fazem terapia com estrogênio, mas essa combinação aumenta o risco de câncer de mama. Caso você ainda tenha o útero e está tomando a terapia com estrogênio, discuta o assunto com seu médico.

Faça tratamento para outras doenças do endométrio

Outra forma de diminuir o risco de câncer de endométrio é manter um tratamento adequado para as doenças pré-cancerígenas do endométrio. A maioria dos casos de câncer de endométrio se desenvolve ao longo dos anos. Muitos são conhecidos e, possivelmente, se iniciam a partir da hiperplasia endometrial. Alguns casos de hiperplasia desaparecem sem tratamento, mas às vezes precisam ser tratados com hormônios ou até mesmo com cirurgia. O tratamento com progesterona, dilatação e curetagem ou histerectomia podem impedir a hiperplasia de se tornar cancerígena. O sangramento vaginal anormal é o sintoma mais comum do câncer de endométrio, nos casos de pré-cânceres e cânceres, você deve comunicar ao seu médico imediatamente quaisquer sintomas, para que a causa seja identificada e, se necessário, iniciado o tratamento.

Mulheres com câncer de cólon hereditário sem polipose

Mulheres com câncer de cólon hereditário sem polipose (síndrome de Lynch) têm um risco aumentado de câncer de endométrio. Essas mulheres podem optar pela remoção do útero, ovários e trompas de Falópio (histerectomia e salpingo-ooforectomia bilateral), após terem filhos, como forma de prevenção do câncer de endométrio.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 27/03/2019, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2022 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive