Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Plano de Saúde nem sempre autoriza tudo...

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 04/03/2020 - Data de atualização: 04/03/2020


Nem sempre ter um plano de saúde é garantia de ausência de desafios. Mara Heleno Fernandes, de 55 anos, começou a sentir dores no estômago e mal-estar em março de 2017, quando procurou o pronto socorro do seu convênio, Intermédica NotreDame. Os médicos que a atenderam sugeriram a realização de uma tomografia que apresentou uma massa de 21 centímetros em seu ovário. Com o exame em mãos, ela consultou três ginecologistas e todas disseram que seu caso era de urgência. Uma delas a indicou procurar o Hospital IBCC.

Ao passar com um oncologista do IBCC, Mara foi encaminhada para cirurgia. “Consegui realizar a cirurgia um mês depois da tomografia que apontou a massa. Mas antes foi preciso brigar muito com o convênio que não queria liberar o procedimento. Depois de muita briga verbal e com a ouvidoria, conseguimos na véspera da data marcada a aprovação”, conta.

Na cirurgia, foram retirados os ovários, o útero, a vesícula e mais de 20 linfonodos. Posteriormente, a biópsia confirmou que Mara estava mesmo com câncer de ovário. A seguir, o médico indicou a realização de seis sessões de quimioterapia. “Foi mais uma luta porque o convênio não queria autorizar que eu fizesse a quimioterapia no IBCC que era o hospital onde eu vinha me tratando desde o início. Eles diziam que tinham uma unidade própria para este tipo de tratamento e que eu tinha que fazer a quimio lá.” Depois de muita insistência e mais uma vez, muitas discussões com a ouvidoria do convênio, finalmente autorizaram que ela seguisse com o tratamento no IBCC.

Ao fim das quimioterapias, Mara passou a fazer acompanhamentos trimestrais com oncologista. Um ano depois, em 2018, o médico solicitou a realização de um PETScan para investigar possíveis metástases ou outros tumores, mas a Intermédica Notre Dame negou a realização do exame.

“Nesse momento, liguei pro Oncoguia pelo 0800 para que me ajudassem. Fui orientada a ligar na ANS e, infelizmente, me disseram que o PETSCan não faz parte do rol para pacientes com câncer de ovário, então eu não poderia mesmo realizá-lo pelo convênio.” Mara então decidiu contratar um advogado particular para entrar com um processo contra o convênio e acabou conseguindo uma liminar para realizar o exame. “Deu tudo negativo, graças a Deus”, conta.

A importância do apoio e do acolhimento

Mara comenta que desde que recebeu a notícia de que estava com uma massa suspeita, procurou informações on-line e foi quando encontrou o Oncoguia. Ela lia sobre o tipo de câncer que tinha e até mesmo dicas sobre alimentação para poder estar mais bem preparada neste momento. Foi assim também que conheceu nosso canal Ligue Câncer e resolveu procurar orientação quando precisou. 

“Quando a gente tem informação e suporte, isso ajuda muito. Essa atenção de vocês é de extrema importância. Ouvir palavras amenas e humanizadas nos deixa mais fortes. Sou muito grata a vocês e também à minha companheira Estela por todo apoio emocional e afetivo e por ter brigado por mim tantas vezes quando foi preciso”, conclui.

Você também enfrentou dificuldades com seu convênio ou teve algum procedimento negado? Participe da nossa pesquisa clicando aqui e ajude-nos a traçar um panorama da realidade enfrentada também por pacientes da saúde suplementar.

E se você tiver alguma dúvida ou precisar de apoio e orientação, entre em contato com o Ligue Câncer pelo telefone 0800 773 1666. As ligações são gratuitas e atendemos de segunda a sexta, das 9h às 17h.
 



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive