top
Especial

Qualidade de vida


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Apoio
  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Perucas

  • Equipe Oncoguia
  • - Data da última atualização: 04/03/2012


As perucas são um ótimo recurso ao qual pacientes com câncer podem recorrer. Pessoas que precisam de quimioterapia podem ter perda de cabelos, principalmente se a quimioterapia é intravenosa. Essa perda é temporária. Em geral, 3 a 4 semanas após o final do tratamento, o cabelo começa a crescer novamente. Existem alternativas que ajudam a preservar a auto-estima dos pacientes porque oferecem formas de manter a aparência habitual e a possibilidade de seguir com a sua rotina diária. As perucas, por exemplo, tornam-se excelentes instrumentos para que pacientes com câncer mantenham a auto-estima.

Algumas pessoas preferem usar lenços, bonés, chapéus ou raspam os cabelos antes mesmo de eles começarem a cair. Há quem prefira usar peruca. No caso das perucas, é importante saber quando e como escolhê-las.

As perucas podem ser feitas de cabelo humano ou de material sintético. Ambas podem ser utilizadas pelo paciente com câncer. As perucas podem ser feitas sob medida ou compradas prontas. As perucas sintéticas são feitas com fios de diferentes materiais e as que mais se aproximam do cabelo natural são as de PVC e de modacrílica.

O que vai determinar a escolha de uma peruca é a possibilidade ou não de dispensar alguns cuidados com a mesma. As perucas sintéticas são mais fáceis de serem cuidadas porque mantêm a forma após serem lavadas. O secador de cabelo usado diretamente sobre a peruca sintética irá danificá-la. Portanto nunca se deve usar secador de cabelos para peruca sintética. As perucas sintéticas devem ser escovadas após cada utilização. Se usar spray ou mousse, escolha os solúveis em água.

Por outro lado, as perucas de cabelo humano, que são bem naturais, precisam dos mesmos cuidados dispensados a qualquer cabelo, tais como o uso de secador ou chapinha e é necessário fazer um novo penteado a cada lavagem. Você poderá usar sprays e mousses. Portanto, no momento de optar por um tipo de peruca, analise se haverá tempo e disposição para todos esses cuidados.

Há perucas que são coladas no couro cabeludo e outras que são vestidas. Estas últimas podem ou não usar uma fita adesiva hipoalergênica que deverá ser trocada diariamente. Já as perucas coladas no couro cabeludo ficam presas por 20 ou 30 dias. São perucas confeccionadas em base de silicone ou de monofilamentos e em sua circunferência são colocadas fitas adesivas dupla-face ou adesivo líquido.

Antes de se decidir por uma peruca, pense no trabalho que cada uma vai dar e naquela que fará com que você se goste mais. Experimente algumas perucas de materiais e estilos diferentes e sinta com qual você se adapta melhor. Balance a cabeça, olhe-se no espelho, fique um tempo com cada uma, antes de fazer a opção. Há pessoas que resolvem mudar completamente o estilo das perucas, aproveitam para brincar com as cores e adotam uma mudança radical do visual. Outras preferem manter o estilo que mais se assemelha ao seu cabelo natural.
 
Em nosso setor de Sites Úteis disponibilizamos Links sobre Estética,
onde você encontra sites que trabalham com perucas.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não

A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2014 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive