Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Patologia e Covid-19

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 05/04/2021 - Data de atualização: 05/04/2021


A patologia é uma especialidade médica que objetiva auxiliar no diagnóstico de doenças, contribuindo na conduta terapêutica do paciente pelo médico assistente, mediante análise de tecidos, órgãos e fluidos. Desde os primeiros trabalhos de Rudolf Virchow, no século XIX, ela vem demonstrando a incrível capacidade de se reinventar. No Brasil, a patologia clínica tem regulação pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). A patologia cirúrgica é a análise dos tecidos sólidos do corpo humano, obtidos por meio da biópsia. 

No momento atual, com tantas inseguranças e incertezas, pode-se presenciar uma mudança no curso das investigações patológicas. Com a situação da pandemia da Covid 19 vem sendo percebido vários prejuízos não só com a doença diretamente, mas no agravamento de outras. 

Explicando por menor, a atual situação de isolamento social, medo, está refletindo na ida do brasileiro ao médico e na procura por exames laboratoriais também. Segundo a Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), 58% dos entrevistados decidiram adiar ou fazer com menor frequência os exames durante o período da pandemia. De acordo com o Instituto Oncoguia, 43% dos pacientes com câncer tiveram impacto no tratamento por conta da Covid-19 em 2020. As consequências disso são sentidas, sobretudo em pacientes com comorbidades, ao protelar cuidados preventivos. Seja por medo do vírus, das incertezas ou pela mudança nas dinâmicas hospitalares.

A patologia segue firme e se coloca cada dia mais como ponte entre a ciência básica estudada nos primeiros anos da faculdade de Medicina e a vivência clínica. 

Em que cada detalhe da história clínica do paciente é valioso na contribuição do raciocínio diagnóstico e determinação de fatores prognósticos, associando-se aos achados histopatológicos, e em fatores de contexto pandêmico, como observado. Diante disso, esses profissionais são de extrema importância e responsabilidade, pois atuam como uma espécie de conexão entre a prática clínica e a ciência médica. 

E mesmo em tempos mais “instáveis” como os últimos meses, ressalta-se a importância dessa especialidade médica.

Matéria publica pelo Diário do Nordeste em 04/04/2021 por José Telmo Valença Júnior.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive