Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Paciente que morreu com covid-19 em Ribeirão tinha câncer raro

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/03/2020 - Data de atualização: 27/03/2020


Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (Foto: Renato Lopes/Especial)

O homem de 36 anos que morreu nesta quinta-feira (26), no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, vítima do novo coronavírus (covid-19), tratava um câncer raro, classificado como mieloma múltiplo.  

De acordo com a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, sete em cada 100 mil pessoas recebem o diagnóstico da doença, que atinge o sangue e causa lesões graves nos ossos.  

Em grande parte dos casos, as células de defesa, que combatem as infecções, também são comprometidas.  

O quadro clínico do paciente, divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde, aponta que ele também tinha neoplasia óssea e insuficiência renal.  

A Vigilância Epidemiológica foi notificada do resultado positivo dele para covid-19 na segunda-feira (23), depois que o material foi analisado pelo laboratório do HC. A pasta, no entanto, ainda aguardava a contraprova do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo.  

A morte foi registrada às 2h23 no centro médico.  

"Infelizmente, nesta madrugada, um paciente evoluiu para óbito e, embora tivesse apenas 36 anos, apresentava três doenças muito graves", anunciou o secretário da Saúde, Sandro Scarpellini, em coletiva de imprensa no Palácio Rio Branco.  

Informações como o nome da vítima e como ela teria contraído o vírus não foram divulgadas.   

Essa foi a primeira morte por coronavírus confirmada em Ribeirão Preto. Nove pessoas já testaram positivo para a doença, sendo que quatro tiveram o diagnóstico fechado e outras cinco aguardam a contraprova, e 160 ainda estão em investigação. O município já descartou 18 casos suspeitos.

Fonte: Cidade On Ribeirão

As opiniões contidas nas matérias divulgadas refletem unicamente a opinião do veículo, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive