Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Os desafios do câncer em meio à pandemia de coronavírus

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 02/10/2020 - Data de atualização: 02/10/2020


Antonio Oliveira da Silva, de 52 anos, foi diagnosticado com câncer de rim no começo de 2020. Todo o processo de investigação e diagnóstico foi realizado por meio do plano de saúde do qual Antonio era beneficiário no local onde trabalhava. Mas justamente no momento em que iniciou a pandemia de coronavírus, a empresa da qual era colaborador foi vendida, os funcionários foram demitidos e, consequentemente, perderam o benefício do convênio. 

Em 26 de maio, a esposa de Antonio, Ionice, entrou em contato pelo canal Ligue Câncer (0800 773 1666) para saber o que poderia ser feito para que seu marido pudesse iniciar o tratamento do câncer já que não tinham mais convênio. 

“Ele sentia uma fisgada do lado esquerdo do abdomem, mas nunca falava com o médico. Quando ele conseguiu um emprego com direito à plano de saúde, insisti para ele procurar um médico e investigar o sintoma. Foi quando recebemos o diagnóstico do câncer. Mas ao mesmo tempo começou a pandemia, ele perdeu o emprego e o convênio. Não sabíamos o que fazer”, conta Ionice, que chegou ao Oncoguia após sua filha fazer algumas pesquisas na internet sobre o caso do pai.

Orientação e acolhimento

Shirlei Guerini, especialista de atendimento do Ligue Câncer orientou Ionice de duas possibilidades. A primeira seria tentar a portabilidade do plano de saúde com o RH da empresa na qual Antonio trabalhava. A segunda seria iniciar o tratamento pelo SUS. Explicamos a ela que, para isso, deveriam ir a um posto de saúde com todos os exames do paciente para que ele fosse inserido na regulação do sistema único. 

“Até tentamos manter o convênio, mas os valores que nos passaram eram muito altos. Apesar de mais demorado, ligamos no posto e já nos orientaram a ir no dia seguinte porque quem tinha câncer não podia esperar.”

Alguns dias depois, o paciente foi à UBS de São Norberto, em São Paulo, onde foi inserido na regulação e, em 15 de junho, Antonio foi atendido por um uro-oncologista no Hospital Vila Santa Catarina, que solicitou novos exames de tomografia, sangue e urina. 
 
Após realizar os exames e retornar com o médico, Antonio passou pelo primeiro tratamento indicado, a cirurgia, no dia 20 de julho. Depois da consulta pós-operatória, o paciente esteve novamente com o uro-oncologista que o orientou a ficar apenas em observação por seis meses, com retorno médico em dezembro.  

“Eu ligava sempre para vocês. A Shirlei me acalmava, me explicava e me orientava direitinho sobre todas as minhas dúvidas e preocupações. Me acolheu muito, só tenho a agradecer, foi onde eu encontrei o meu socorro”, finaliza Ionice. 

E você, passou por alguma situação semelhante ou conhece alguém que está precisando de orientação? Ligue Câncer! A ligação é gratuita e atendemos de segunda a sexta, das 10h às 17h pelo telefone 0800 773 1666. Conte com o Oncoguia, você não está sozinho!



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive