Tipos de Câncer

Câncer de Mama

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Danone Nutricia Sanofi Grunenthal Sirtex Servier Oncologia


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Opções de Reconstrução Mamária

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 06/10/2014 - Data de atualização: 25/07/2020


Existem vários tipos de reconstrução mamária para as mulheres que fizeram uma cirurgia para tratar o câncer de mama. Ao discutir com seu cirurgião sobre qual tipo de reconstrução é a melhor para seu caso, ele vai rever seu histórico clínico e mostrar as melhores opções de reconstrução para você com base em sua idade, estado de saúde geral, tipo de corpo, estilo de vida, metas e outros fatores. Aproveite esse momento para conversar abertamente sobre suas preferências pessoais. Certifique-se de expressar quaisquer preocupações e prioridades que você tenha sobre a reconstrução.

Aproveite, também, esse momento para entender todas as opções de reconstrução disponíveis para seu caso, bem como os limites, riscos e benefícios de cada opção, antes de tomar uma decisão.

Tipos de procedimentos

Existem vários tipos de reconstrução mamária disponíveis e o processo de reconstrução nem sempre é muito rápido, muitas vezes pode ser necessário mais do que cirurgia. Não tenha pressa, converse com seu médico e questione os benefícios e riscos de cada tipo de cirurgia. Somente faça a reconstrução quando se sentir segura e confiante.

Os principais tipos de cirurgia utilizados para reconstruir a forma da mama são:

  • Implantes mamários.
  • Procedimentos usando retalhos cutâneos.
  • Reconstrução do mamilo e da aréola.

Às vezes, pode ser usada uma combinação de implantes e retalhos cutâneos para obter um melhor resultado. Além disso, também são realizados procedimentos de reconstrução do mamilo e da aréola para fazer com que a mama reconstruída se pareça o mais possível com a mama original.

Reconstrução após a mastectomia ou cirurgia conservadora

A maioria das mulheres que faz a cirurgia conservadora da mama (mastectomia ou mastectomia parcial) não precisa de reconstrução mamária. No entanto, algumas mulheres podem ter uma alteração na forma da mama como resultado da cirurgia, como por exemplo, cavidades provocadas pela retirada de um tumor grande em uma mama pequena. Alguns cirurgiões estão tentando lidar com esse problema combinando técnicas cirúrgicas para câncer de mama com cirurgia plástica, conhecida como cirurgia oncoplástica. Isso geralmente restaura a mama no momento da cirurgia inicial, como uma reconstrução parcial da mama após a cirurgia conservadora da mama ou uma reconstrução completa após a mastectomia.

Essas mulheres podem ser candidatas a diferentes tipos de reconstrução mamária para remodelar a mama, incluindo:

  • Implantes menores.
  • Enxerto de gordura.
  • Redução mamária.
  • Elevação da mama.
  • Revisão da cicatriz.
  • Retalhos de tecido menores.

Uma ou mais dessas técnicas podem ser usadas para obter os melhores resultados. Além disso, esse tipo de cirurgia tem resultados similares à mastectomia ou mastectomia parcial sem reconstrução.

Escolhendo o tipo de reconstrução mamária

A decisão sobre fazer (ou não) a cirurgia de reconstrução depende de alguns fatores pessoais, por exemplo:

  • Estado geral de saúde.
  • Estágio da doença.
  • Tamanho original da mama.
  • A extensão da cirurgia para câncer de mama.
  • Se são necessários outros tratamentos, além da cirurgia.
  • Quantidade de tecido disponível (por exemplo, mulheres muito magras podem não ter tecido suficiente para fazer enxertos de retalho).
  • Se a paciente planeja reconstruir ambas as mamas.
  • Vontade da paciente em igualar as duas mamas.
  • Cobertura do plano de saúde e os custos relacionados para a mama não afetada pela doença.
  • Tempo de recuperação da cirurgia.
  • Vontade de fazer mais de uma cirurgia como parte da reconstrução.
  • Como os diferentes tipos de reconstrução afetam outras partes do corpo.

O cirurgião analisará seu histórico médico e estado de saúde geral, explicando as opções de reconstrução adequadas para o seu caso baseado em sua idade, biótipo, estilo de vida, objetivos e outros fatores. Converse abertamente com o cirurgião sobre suas preferências, certificando-se de expressar quaisquer preocupações e prioridades que você tenha sobre a reconstrução, bem como os limites, riscos e benefícios de cada opção.

Texto originalmente publicado no site da American Cancer Society, em 18/09/2019, livremente traduzido e adaptado pela Equipe do Instituto Oncoguia.



Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2020 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive