top
Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Boehringer Eisai Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Oncoguia solicita ao MS esclarecimento sobre falta de medicamento

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 10/11/2016 - Data de atualização: 10/11/2016


O que houve?

O Instituto Oncoguia enviou um pedido de esclarecimento ao Ministério da Saúde, via Lei de Acesso à Informação, em razão do desabastecimento de determinadas medicações oncológicas.
 
Entenda Melhor

O desabastecimento de medicações oncológicas antigas, eficazes e de baixo custo, vem ocorrendo, atualmente, em razão do desinteresse econômico da indústria farmacêutica em manter sua fabricação. Caso esse movimento de descontinuidade na produção de medicamentos oncológicos se confirme e nenhuma medida sanitária venha a ser tomada, milhões de pacientes poderão ter seus tratamentos prejudicados.
 
Por este motivo, o Instituto Oncoguia, que está acompanhando com preocupação este movimento solicitou formalmente ao Ministério da Saúde, os seguintes esclarecimentos:
 
  1. Quais providências o Ministério da Saúde está adotando ou irá adotar para evitar o desabastecimento desses e de outros produtos aos pacientes que deles necessitam? No caso dos produtos acima mencionados, favor esclarecer as providências adotadas ou em vias de adoção para cada um deles.

  2. O Ministério da Saúde estuda a possibilidade de produzir esses medicamentos nos laboratórios públicos ou nacionais mediante transferência de tecnologia? Se sim, quais providências já foram adotadas?
 
Igualmente, o Instituto Oncoguia, a fim de abrir o diálogo com o setor, enviou um ofício à INTERFARMA (entidade representativa das empresas farmacêuticas), para colocar o problema na pauta da agenda setorial e trazer ao debate as impressões da entidade sobre todo o exposto, bem como suas propostas para sanar este problema.
 
E Agora?

O Instituto Oncoguia seguirá monitorando os desdobramentos deste problema.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2017 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive