Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD Mundipharma Takeda Astellas UICC GBT Abbvie Ipsen Sanofi Grunenthal Daiichi Sankyo


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Oncoguia pede alteração em diretriz sobre dor oncológica

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 27/05/2021 - Data de atualização: 27/05/2021


O que houve?

O Oncoguia, após analisar as alterações contidas na atualização do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS, verificou um erro formal no título da DUT n° 54.4.

Em síntese, a atual Resolução Normativa n°465/21 (atualização do rol) incorporou à Diretriz de Utilização n°54.4 a possibilidade de que o tratamento oral para dor seja acessível aos pacientes oncológicos, independentemente da dor estar ou não relacionada a um tratamento prévio ou em andamento. No entanto, o título da referida DUT continua a se referir à diretriz anteriormente existente, onde tal acesso era restrito à dor exclusivamente relacionada ao tratamento oncológico. 

Sugerimos, por meio de ofício à ANS, a alteração da DUT 54.4, para que faça-se constar a real intenção trazida pela RN n°465/21. 

Onde se lê: 

54.4 TERAPIA PARA DOR RELACIONADA AO USO DE ANTINEOPLÁSICOS
1. Cobertura obrigatória de analgésicos, opiáceos e derivados, de acordo com prescrição médica, para pacientes oncológicos com dor relacionada à patologia ou a seu tratamento.

Sugerimos: 

54.4 TERAPIA PARA DOR RELACIONADA À PATOLOGIA OU A SEU TRATAMENTO ANTINEOPLÁSICO
1. Cobertura obrigatória de analgésicos, opiáceos e derivados, de acordo com prescrição médica, para pacientes oncológicos com dor relacionada à patologia ou a seu tratamento.

Destacamos, inclusive que, por tratar-se de erro formal, constante na referida DUT, tal alteração não constitui, em essência, uma alteração de procedimento, não sendo portanto necessária a avaliação prévia em ATS ocorrida para tais situações.

E agora?

Aguardamos resposta da ANS quanto à nossa solicitação e acreditamos na alteração proposta, uma vez que, dessa maneira, não haverá brechas para uma dupla interpretação sobre a norma.

O Oncoguia está acompanhando, tanto na Saúde Suplementar quanto no Sistema Único de Saúde, as movimentações para que o acesso do paciente às terapias para dor seja completamente contemplado. 

Entendemos que esse tema merece total atenção dos órgãos reguladores e de incorporação de tecnologias do país, tendo em vista os benefícios que tal terapia proporciona para os pacientes oncológicos em geral, devendo esse tema, tão importante, ser considerado essencial para a manutenção e ganho de qualidade de vida dos pacientes, bem como representativo do progresso das terapias disponibilizadas no SUS e Saúde Suplementar.
 

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2021 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive