Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

Oncoguia monitora prazo para distribuição de trastuzumabe no SUS

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 12/01/2018 - Data de atualização: 12/01/2018


O que houve?

O Instituto Oncoguia enviou questionamento ao Ministério da Saúde, via Lei de Acesso à informação, em 06/12/2017 sobre o prazo para distribuição do medicamento trastuzumabe, que de acordo com informações do Ministério da Saúde, seria adquirido por compra centralizada, após atualização do PCDT contemplando a nova indicação clínica incorporada (câncer de mama metastático).

Frente ao prazo legal de 180 dias para distribuição do medicamento para a população, que se esgota no final do mês de janeiro de 2018, questionamos (a) qual o status da compra do medicamento pelo Ministério da Saúde; e (b) qual a previsão para que o Trastuzumabe esteja acessível para os pacientes que se enquadram na indicação clínica proposta e que dele já necessitam.

Em atenção a solicitação do Instituto Oncoguia, o Ministério da Saúde informou que já se encontra em andamento um novo processo de aquisição do medicamento trastuzumabe 150 mg, porém, aguarda a publicação do novo PCDT para se iniciar a distribuição às pacientes her2 positivo metastático em primeira linha de tratamento.

Em questionamento anterior ao MS, a informação é que a diretriz de câncer de mama encontra-se em processo de atualização e os processos estão ocorrendo com a maior celeridade.

E agora?

O Instituto Oncoguia segue monitorando a distribuição do medicamento trastuzumabe dentro do prazo previsto para sua oferta à nova indicação clínica contemplada (câncer de mama metastático). Caso o prazo de 180 dias não seja respeitado, providenciaremos a notificação do fato ao Ministério Público para que as medidas cabíveis sejam adotadas, e os pacientes não sejam prejudicados pela falta do medicamento no Sistema Único de Saúde.

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2018 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive