Núcleo de

Advocacy

Categorias


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

[ONCO BCG] Instituto Oncoguia recebe informações do fabricante

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 21/01/2016 - Data de atualização: 21/01/2016


O que houve?
 
O Instituto Oncoguia constatou em seu Programa de Apoio ao Paciente (PAP), no ano de 2015, um aumento expressivo de casos que envolvem a insuficiência de estoque, ou mesmo a falta integral do Imuno BCG (também conhecida como Onco BCG) nas distribuidoras, acarretando com isso a interrupção do tratamento de vários pacientes oncológicos que contam com o insumo, tanto na saúde pública, quanto na saúde suplementar e particular.

Tendo em vista a preocupação do IO com estes pacientes e para melhor esclarecer a situação, questionamos a Fundação Ataulpho de Paiva (fabricante exclusiva do insumo no país), através de ofício enviado à empresa na última quinta-feira (14),  alguns pontos sobre a fabricação do Imuno BCG. 
 
Questionamentos realizados:

 
  1. A fabricação do Imuno BCG para o ano de 2016 seguirá os dados de incidência da doença fornecidos pelo INCA, ou outro método de análise para a fabricação será adotado?

  2. Qual a periodicidade que o Imuno BCG é fabricado e disponibilizado no mercado?

  3. Qual a previsão de entrega (mês e quantidade) do Imuno BCG para os próximos lotes?

  4. Existem outros motivos que ensejaram este problema, além dos já emitidos na Nota Técnica?

  5. Quais são os possíveis acontecimentos que podem ter ensejado o aumento da demanda, além da maior incidência da doença? Estoques em maior quantidade por parte dos prestadoresseria um destes problemas?

  6. Quais as providências adotadas pela Fundação Ataulpho de Paiva para que este problema não se repita no ano de 2016?
 
O Instituto Oncoguia recebeu ontem (20), resposta da Fundação Ataulpho de Paiva (FAP) que informou que a empresa vem aumentando significativamente sua produção, a ponto de distribuir no mercado cerca de 85 mil doses do Imuno BCG em 2015, cerca de quatro vezes mais em relação ao início de sua comercialização em 2005, quando produziu em torno de 25 mil doses. De acordo ainda com a Fundação, em 2014 a venda foi em torno de 75 mil unidades, acarretando um aumento de 13% na venda. A programação para 2016 é de 125 mil unidades.
 
Por fim, a Fundação Ataupho de Paiva esclareceu que o aumento da demanda do Imuno BCG ocorre devido à falta no mercado de outros produtos que são utilizados para o mesmo tratamento. De acordo com a FAP, a partir de março deste ano, a empresa estará operando com sua capacidade máxima na unidade atual, quando utilizará o seu novo espaço para estocagem do Imuno BCG, em Xerém, a fim de garantir uma produção capaz de atender uma demanda ainda maior.   
 
E agora?

Diante de toda a situação, o Instituto Oncoguia enviou ofício, igualmente, ao Ministério da Saúde, informando o problema constatado e solicitando esclarecimentos pontuais sobre a questão, tendo em vista tratar-se de um problema que diz respeito à saúde públinica.
 
O Instituto Oncoguia, através de seu Núcleo de Advocacy e Programa de Apoio ao Paciente segue monitorando os casos que envolvem a falta do insumo, como também, irá acompanhar se haverá novos relatos de falta da medicação após a nova distribuição que ocorrerá no mês de março do presente ano, para então identificar a necessidade ou não de intervir através de iniciativas mais abrangentes, caso o problema persista.
           
Caso você seja paciente oncológico e também esteja passando por este problema, pedimos que nos contate através de nosso programa (PAP) de atendimento gratuito, através do telefone 0800 773 1666.


Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive