Tipos de Câncer

Linfoma Não Hodgkin em Crianças


Cadastro rápido

Receba nosso conteúdo por
e-mail

Tudo sobre o câncer

 
Mais Tipos de câncer

Curta nossa página

Financiadores

Roche Novartis Varian Bristol MerckSerono Lilly Amgen Pfizer AstraZeneca Bayer Janssen MSD ACS Mundipharma Takeda Susan Komen Astellas UICC Libbs Healthy Americas GBT Abbvie Ipsen Shire


  • tamanho da letra
  • A-
  • A+

O Sistema Linfático

  • Equipe Oncoguia
  • - Data de cadastro: 11/09/2013 - Data de atualização: 28/05/2017


O sistema linfático é formado pelo tecido linfoide, vasos linfáticos e linfa. O tecido linfoide inclui os nódulos linfáticos e os órgãos que fazem parte do sistema imunológico, como baço e medula óssea.

Linfócitos


O tecido linfoide é formado por vários tipos de células do sistema imunológico que atuam no combate às infecções. A maioria das células são linfócitos, um tipo de glóbulos brancos do sangue. Os principais tipos de linfócitos são: os linfócitos B (células B) e linfócitos T (células T). As células B e as células T normais têm diferentes funções no sistema imune.

  • Linfócitos B. As células B produzem os anticorpos que protegem o organismo de bactérias e vírus. Os anticorpos se ligam aos germes, marcando-os para serem destruídos por outras células do sistema imunológico. Os anticorpos também atraem determinadas proteínas do sangue que podem destruir as bactérias.

  • Linfócitos T. Existem vários tipos de células T, com funções distintas, algumas atuam diretamente na destruição das células infectadas por vírus, fungos, ou alguns tipos de bactérias. As células T também têm a função de liberar substâncias que atraem outros tipos de células brancas do sangue, digerindo as células infectadas. Alguns tipos de células T têm a função de estimular ou retardar as atividades de outras células do sistema imunológico.

Órgãos do Sistema Linfático


O tecido linfoide é encontrado em diversas partes do corpo, dessa forma os linfomas podem se desenvolver em qualquer lugar. Os locais principais são:


  • Linfonodos. Os linfonodos são estruturas, do tamanho de feijões, constituídos principalmente de linfócitos e encontrados por todo o corpo (caixa torácica, abdome e pelve). Eles, algumas vezes, podem ser apalpados sob a pele no pescoço, axilas e virilha. Os linfonodos estão ligados por um sistema de vasos linfáticos, que funciona de forma similar às veias do corpo, só que em vez de transportar o sangue, transportam a linfa e os linfócitos. Os linfonodos possuem a característica de aumentar de tamanho quando estão combatendo uma infecção. Nestes casos, são chamados nódulos reativos ou hiperplásicos e muitas vezes se tornam sensíveis ao toque. Um linfonodo aumentado nem sempre é sinal de um problema sério. Pessoas com dor de garganta ou resfriados frequentemente sentem um aumento nos linfonodos do pescoço. No entanto, um linfonodo aumentado também é o sinal mais comum de um linfoma.

  • Baço. O baço é um órgão localizado na parte superior da cavidade abdominal, do lado esquerdo do corpo. O baço produz linfócitos e outras células do sistema imunológico para ajudar a combater a infecção. Também armazena células sanguíneas saudáveis e filtra células danificadas do sangue, bactérias e resíduos de células.

  • Timo. O timo é um pequeno órgão localizado na parte superior do tórax atrás do esterno e em frente ao coração, que antes do nascimento desempenha um papel vital no desenvolvimento dos linfócitos T. O timo encolhe e se torna menos importante à medida que as pessoas envelhecem, mas apesar disso, continua a desempenhar uma função no sistema imunológico.

  • Adenoides e Amígdalas. As adenoides e as amígdalas, localizadas na parte posterior da garganta, produzem anticorpos contra os germes que podem ser inalados ou ingeridos.

  • Trato Digestivo. O estômago e os intestinos, assim como muitos outros órgãos, também são constituídos por tecido linfoide.

  • Medula Óssea. A medula óssea produz os glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos e as plaquetas. Os glóbulos vermelhos transportam o oxigênio dos pulmões para o resto do corpo. As plaquetas são encarregadas de bloquear por aglutinação os vasos sanguíneos que foram danificados por cortes ou arranhões. A principal função dos glóbulos brancos é combater as infecções. Os principais tipos de glóbulos brancos são os granulócitos e linfócitos. Os linfócitos da medula óssea são principalmente de células B. Os linfomas às vezes começam a partir dos linfócitos da medula óssea.

Fonte: American Cancer Society (27/01/2016)

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não


A informação contida neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exames e ou, o tratamento médico. Em caso de dúvidas fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas. O acesso a Informação é um direito seu: Fique informado.

O conteúdo editorial do Portal Oncoguia não apresenta nenhuma relação comercial com os patrocinadores do Portal, assim como com a publicidade veiculada no site.

© 2003 - 2019 Instituto Oncoguia . Todos direitos reservados
Desenvolvido por Lookmysite Interactive